Diálogos possíveis entre competências informacional e midiática: revisão da literatura e posicionamento de instituições da área

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2018-03-09

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A cultura da participação, promovida pelas tecnologias digitais, renova o cenário da informação e da comunicação, assim como faz surgir demandas inéditas de alfabetização. Com a disponibilidade de diferentes conteúdos e informações, surgem novos desafios à área de competência informacional. Este estudo contribui para acrescer respaldo teórico à competência informacional no ambiente vivenciado das novas tecnologias, identificando as contribuições da competência midiática para a caracterização e avaliação crítica de conteúdos midiáticos enquanto fonte de informação, disseminados diariamente na internet. A pesquisa foi desenvolvida através de um levantamento sistemático da literatura científica da área de competência informacional (information literacy) e de competência midiática (media literacy), através de pesquisa bibliográfica. Também foram analisados documentos de entidades internacionais significativas da área para levantar a visão dessas instituições quanto à articulação das duas áreas, qual a noção de competência midiática que se faz, entre outras categorias. Os documentos foram selecionados a partir da sua relevância para a temática, por meio de busca nos sites oficiais das instituições. Foram priorizados documentos com data mais atual e que inserem a competência informacional também em contexto acadêmico. Os dados levantados foram analisados de forma qualitativa, utilizando-se a análise de conteúdo. Os resultados gerais apontam que, apesar das duas áreas possuírem origens e desenvolvimento acadêmico muito distintas, ambas possuem objetivos em comum e que poderiam, em um projeto conjunto, contribuir para o desenvolvimento de competências no cenário digital, principalmente. Identificou-se que a information literacy não incorporou em seus estudos e projetos aplicados a compreensão crítica da informação em diversos contextos, especialmente no que se refere à avaliação de conteúdos que não estão restritos somente a ambientes acadêmicos. A pesquisa evidencia a necessidade da área olhar para os diversos conteúdos produzidos fora dos muros das universidades, tais como os conteúdos midiáticos difundidos na internet, e também das mídias tradicionais. Foram identificadas algumas lacunas quanto à atualização do conceito de fonte de informação e à necessidade de aprimorar critérios de avaliação diante conteúdos acessados diariamente pela população nas redes sociais, por exemplo. A avaliação pode recorrer a critérios desenvolvidos pela media literacy, por exemplo, para uma análise mais crítica. O distanciamento entre a informatio literacy e a media literacy é confirmado no levantamento de pesquisas sobre a articulação dos dois campos e ainda na análise de documentos de competência informacional que, apesar de considerarem as mídias como objetos de estudo e relevantes fontes de informação, quase não há recomendações sobre como se deve trabalhar com elas dentro de uma proposta de desenvolvimento de letramento informacional. Foi possível reforçar cenários de alfabetização em que a articulação e os conhecimentos das duas áreas são indispensáveis. Acredita-se que a tese possa colaborar com o fortalecimento teórico da área de competência informacional em trabalhos aplicados, para que alcancem um melhor preparo dos indivíduos para lidarem com as mídias enquanto fonte de informação, em particular no contexto escolar.
The culture of participation, promoted by digital technologies, renews the information and communication scenario, as well as unprecedented demands for literacy. With the availability of different contents, the great availability of information, among other recent phenomena on the Internet, new challenges arise in the area of information literacy. This study contributes to increase theoretical support for informational competence in the new technologies and culture of participation, identifying the contributions of media competence for the characterization and critical evaluation of media contents as a source of information, disseminated daily on the internet. The research was developed through a systematic survey of the scientific literature in the area of information literacy and media literacy, through bibliographic research. Also analyzed were documents of significant international entities of the area to raise the vision of these institutions regarding the articulation of the two areas, what is the notion of media competence that is done, among other categories. The documents were selected based on their relevance to the theme, through search of the official sites of the institutions. Priority was given to documents with a more current date that include informational competence in an academic context. The collected data were analyzed in a qualitative way, using content analysis. The general results indicate that, although the two areas have very different origins and academic development, both have common objectives and could, in a joint project, contribute to the development of skills in the digital scenario, mainly. It was identified that information literacy did not incorporate in its studies and applied projects the critical understanding of the information in diverse contexts, especially with respect to the evaluation of contents that are not restricted only to academic environments. The research evidences the need of the area to look at the diverse contents produced outside the university walls, such as the media contents spread on the internet, as well as traditional media. Some gaps have been identified as updating the concept of information source and the need to improve evaluation criteria against content accessed daily by the population in social networks, for example. The evaluation may use criteria developed by media literacy, for example, for a more critical analysis. The distance between informatio literacy and media literacy is confirmed in the survey of the articulation of the two fields and also in the analysis of documents of informational competence that, although they consider the media as objects of study and relevant sources of information, there are few recommendations on how to work with them within an information literacy development proposal. It was possible to reinforce literacy scenarios in which the articulation and knowledge of the two areas are indispensable. It is believed that the thesis can collaborate with the theoretical strengthening of the area of informational competence in applied works, so that they can better prepare individuals to deal with the media as a source of information, particularly in the school context.

Descrição

Palavras-chave

Competência informacional, Competência midiática, Multiliteracias, Fontes de informação, Mídias, Information literacy, Media literacy, Multiliteracies, Information sources, Media

Como citar