Armazenamento de sementes germinadas de Handroanthus heptaphyllus (Vell.) Mattos e seu comportamento em viveiro

dc.contributor.advisorMori, Edson Seizo [UNESP]
dc.contributor.advisorSilva, Edvaldo Aparecido Amaral da [UNESP]
dc.contributor.authorCaldas, Isliana Griebler Ribeiro [UNESP]
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.date.accessioned2015-08-20T17:09:37Z
dc.date.available2015-08-20T17:09:37Z
dc.date.issued2015-01-25
dc.description.abstractThe research aimed to extend the maintenance of viability and longevity of Handroanthus heptaphyllus (Vell.) Mattos seeds for periods longer than the conventional storage procedures, via seeds. For that, we tested the storage procedure by germinated seeds. The objective of this work was to store germinated seeds of H. heptaphyllus (Study 1); and try to extend still more the storage period through the re-induction of primary root tolerance desiccation by polyethylene glycol (PEG) treatment (Study 2). We also aimed to evaluate the development of young plants of germinated seeds. The storage was performed in a cold chamber (10 ° C) into the substrate with three levels of water retention capability (0, 30, and 60%). The germinated seeds were evaluated monthly through nine months under the germination chamber environment, at 25° C with 8 hous light /day (for 30 days), and then, following to the nursery for monitoring their development (greenhouse - 30 days; shade house - 30 days; and sunlight - 45 days). It was possible to store ipê germinated seeds, as well as to restore the desiccation tolerance of those. The results have shown that is possible to store germinated seeds into the 0% of humidity for 7 months, with approximately 50% of survival. Yet the germinated seeds treated with PEG, showed no extended storage period due to the high mortality during the months long. In both studies, the survival and the development of normal seedlings decreased over the time. Based on the results we can conclude that the storage of germinated seeds did not prolong the viability of ipê. More studies are needed to better adapt the methodology to store this species ...en
dc.description.abstractO estudo visou prolongar a manutenção da viabilidade e a longevidade de sementes de Handroanthus heptaphyllus (Vell.) Mattos por períodos superiores ao do armazenamento convencional, via sementes. Para isso, foi testado o processo de armazenamento por meio de sementes germinadas. O objetivo do trabalho foi armazenar sementes germinadas de H. heptaphyllus (Estudo 1); e tentar prolongar ainda mais o período de armazenamento re-induzindo a raiz primária a tolerar à dessecação através do tratamento com polietilenoglicol (Estudo 2). Foi objetivo também do trabalho avaliar o desenvolvimento das mudas produzidas a partir dessas sementes germinadas. O armazenamento foi feito em câmara fria (10ºC), em substrato com três níveis de capacidade de retenção de água (0, 30 e 60%). As sementes germinadas foram avaliadas mensalmente, durante nove meses, em condições de câmara de germinação a 25ºC com 8h/diárias de luz (30 dias), seguindo para o viveiro para acompanhar seu desenvolvimento (casa de vegetação - 30 dias; casa de sombra - 30 dias; pleno sol - 45 dias). Foi possível armazenar sementes germinadas de ipê, assim como restabelecer a tolerância à dessecação nas mesmas. Os resultados mostraram que é possível armazenar sementes germinadas na condição de 0% durante 7 meses, com cerca de 50% de sobrevivência. Já as sementes germinadas tratadas com PEG, não apresentaram período de armazenamento prolongado devido à alta mortalidade ao longo dos meses. Em ambos os estudos a sobrevivência, assim como o desenvolvimento de plântulas normais diminuíram ao longo do tempo. Com base nestes resultados pode-se dizer que o armazenamento de sementes germinadas não prolongou a viabilidade de ipê. Conclui-se que mais estudos precisam ser realizados para que a metodologia possa ser ajustada ...pt
dc.format.extentx, 87 f. : il. color, grafs., tabs
dc.identifier.aleph000845226
dc.identifier.capes33004064082P6
dc.identifier.citationCALDAS, Isliana Griebler Ribeiro. Armazenamento de sementes germinadas de Handroanthus heptaphyllus (Vell.) Mattos e seu comportamento em viveiro. 2015. x, 87 f. Dissertação (mestrado) - Unidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agronômicas de Botucatu, 2015.
dc.identifier.filehttp://www.athena.biblioteca.unesp.br/exlibris/bd/cathedra/10-08-2015/000845226.pdf
dc.identifier.lattes4724674295725958
dc.identifier.lattes9972643774491301
dc.identifier.orcid0000-0001-6454-1488
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/126372
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.sourceAleph
dc.subjectTabebuia - Mudaspt
dc.subjectBignoniaceapt
dc.subjectVermiculitapt
dc.subjectSementes - Armazenamentopt
dc.subjectViveiros de mudaspt
dc.subjectNursey stockpt
dc.titleArmazenamento de sementes germinadas de Handroanthus heptaphyllus (Vell.) Mattos e seu comportamento em viveiropt
dc.title.alternativeStorage of handroanthus heptaphyllus (vell.) mattos germinated seeds and its behavior in nurseryen
dc.typeDissertação de mestrado
unesp.advisor.lattes9972643774491301[2]
unesp.advisor.orcid0000-0001-6454-1488[2]
unesp.author.lattes4724674295725958
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências Agronômicas, Botucatupt
unesp.graduateProgramCiência Florestal - FCApt

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
000845226.pdf
Tamanho:
2.29 MB
Formato:
Adobe Portable Document Format