Coleta, processamento, caracterização fenótipa das células-tronco mesenquimais e sua viabilidade de aplicação por via intratecal em equinos

dc.contributor.advisorAmorim, Rogerio Martins [UNESP]
dc.contributor.advisorLandim-Alvarenga, Fernanda da Cruz [UNESP]
dc.contributor.advisorLaufer-Amorim, Reneé [UNESP]
dc.contributor.authorMaia, Leandro [UNESP]
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.date.accessioned2014-06-11T19:31:10Z
dc.date.available2014-06-11T19:31:10Z
dc.date.issued2012-08-13
dc.description.abstractO interesse terapêutico e biológico nas células-tronco tem aumentando nos últimos anos, fato este demonstrado pelo número crescente de pesquisas e publicações na área. Na espécie equina, as pesquisas envolvendo o uso da terapia celular com células-tronco mesenquimais (CTMs) estão focadas, particularmente para o tratamento de lesões tendíneas e osteoarticulares, havendo poucos relatos da sua utilização em outros tecidos, tais como o sistema nervoso. Desta forma, as vias de aplicação mais utilizadas até então para uso clínico em equino são as intralesionais e intra-articulares, carecendo assim na medicina equina de estudos pré-clínicos que avaliem a segurança de administração das CTMs em outras vias, tais como a intratecal por via liquórica. Nesse sentido, o objetivo geral deste estudo foi a obtenção, o cultivo e a caracterização das CTMs provenientes da medula óssea (MO) de equinos, além da avaliação da viabilidade e da segurança de aplicação dessas células autólogas por via intratecal através do espaço atlanto-occiptal. Também foi avaliado in vitro o potencial de transdiferenciação das CTMs-MO em fenótipos neurais, utilizando-se dois protocolos de diferenciação neural: P1 (forksolin e ácido retinóico) e P2 (2- mercaptoetanol). Ao término do cultivo primário, a análise imunofenotípica revelou a presença de CTMs com elevada expressão do marcador CD90, seguida de menor expressão para o marcador CD44 e ausência de expressão do marcador CD34. Nos ensaios de diferenciação nas tri-linhagens mesodermais ficou evidenciada a resposta positiva às diferenciações osteogênica (OST), condrogênica (CDG) e adipogênica (ADP) caracterizadas pela deposição de matriz extracelular rica em cálcio (OST), proteoglicanos e colágeno...pt
dc.description.abstractBiological and therapeutic interest in stem cells has increased in recent years, a fact demonstrated by the crescent number of research and publications in the area. In equine species, research involving the use of cell therapy with mesenchymal stem cells (MSCs) are focused, particularly for the treatment of tendineous and osteoarticular injuries, having scarces reports of its use in other tissues such as the nervous system. Thus, the pathways of administration most used so far for clinical use in equines are the intralesional and intra-articular, needing thereby in equine medicine of preclinical studies that asses the security of administration of MSCs in other pathways such as intrathecal by liquoric way. In this sense, the general aim of this study was the obtaining, cultivation and characterization of MSCs from bone marrow (BM) of equines, besides the evaluation of the feasibility and safety of application of these autologous cells by intrathecal pathway through atlanto-occipital space. It was also evaluated in vitro the potential of transdifferentiation of MSCs-MO in neural phenotypes, using two protocols of neural differentiation: P1 (forksolin and retinoic acid) and P2 (2- mercaptoethanol). At the end of the primary culture immunophenotypic analysis revealed the presence of MSCs with high expression of marker CD90, followed by the lower expression for the marker CD44 and absence of expression of marker CD34. In tests of differentiation in the tri-lineage mesodermal became evidenced the positive response to osteogenic (OST), chondrogenic (CDG) and adipogenic (ADP) differentiation characterized by the deposition of extracellular matrix rich in calcium (OST), proteoglycans and collagen II (CDG) and deposition of intracellular lipid droplets (ADP). In immunocytochemical characterization MSCs were... (Complete abstract click electronic access below)en
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
dc.description.sponsorshipFundação para o Desenvolvimento da UNESP (FUNDUNESP)
dc.format.extent96 f.
dc.identifier.aleph000711622
dc.identifier.capes33004064022P3
dc.identifier.citationMAIA, Leandro. Coleta, processamento, caracterização fenótipa das células-tronco mesenquimais e sua viabilidade de aplicação por via intratecal em equinos. 2012. 96 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, 2012.
dc.identifier.filemaia_l_dr_botfmvz.pdf
dc.identifier.lattes9259769491807020
dc.identifier.lattes8456490300814833
dc.identifier.orcid0000-0002-2420-2550
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/101203
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.sourceAleph
dc.subjectEquino - Doenças - Tratamentopt
dc.subjectTransplante de Células-Troncopt
dc.subjectLiquido cefalorroquidianopt
dc.subjectTratamento veterinariopt
dc.subjectMedula osseapt
dc.subjectTransplante de orgãos, tecidos, etcpt
dc.subjectStem cellspt
dc.titleColeta, processamento, caracterização fenótipa das células-tronco mesenquimais e sua viabilidade de aplicação por via intratecal em equinospt
dc.typeTese de doutorado
unesp.advisor.lattes8456490300814833[2]
unesp.advisor.orcid0000-0002-2420-2550[2]
unesp.author.lattes9259769491807020
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Botucatupt
unesp.graduateProgramMedicina Veterinária - FMVZpt
unesp.knowledgeAreaClínica e cirurgia animalpt
unesp.researchAreaClínica veterinária, medicina regenerativa e terapia celularpt

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
maia_l_dr_botfmvz.pdf
Tamanho:
17.22 MB
Formato:
Adobe Portable Document Format