Análise da força e recrutamento muscular em idosas fisicamente ativas com e sem alterações nos padrões de movimento durante atividades funcionais.

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2020-08-21

Autores

Ventura, Stephanie Calde

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Introdução: As alterações nos padrões de movimento são importantes indicadores pré-clínicos de incapacidade funcional em idosos, pois a baixa capacidade de geração de força e recrutamento muscular para execução de atividades diárias, em decorrência do envelhecimento, levam os idosos a alterarem a maneira que realizam suas atividades diárias a fim de manterem sua funcionalidade. Objetivos: Analisar a influência das respostas neuromusculares, como força e recrutamento muscular, do glúteo médio, multífido e iliocostal lombares nos padrões de movimentos funcionais de idosas, bem como, verificar a correlação entre essas variáveis. Métodos: Participaram do estudo 31 idosas, com idade entre 60 e 78 anos. A Escala de modificação de tarefas (MOS Score) foi utilizada para classificar os grupos de acordo com os padrões de movimento durante atividades funcionais. As voluntárias foram divididas em G1 (n=20): idosas sem alterações nos padrões de movimento e G2 (n=11): idosas com alterações nos padrões de movimento. A presença de disfunções cognitivas foi avaliada por meio do Mini-Exame do Estado Mental, o equilíbrio pela Escala de Equilíbrio de Berg, a capacidade funcional através do Short Physical Performance Battery (SPPB). Para a força muscular do glúteo médio e de extensão de tronco foi utilizado um dinamômetro manual e durante a realização dos testes de força foi registrada a eletromiografia de superfície dos músculos glúteo médio, multífidos e iliocostais lombares. Análise estatística: Foi utilizado o PASW 18.0 (SPSS Inc., Chicago, USA). Para a verificação da normalidade dos dados foi utilizado o teste de Shapiro-Wilk, o MANOVA foi utilizado para os dados com distribuição normal, o Mann-Whitney U para os dados com distribuição não normal e a correlação entre as variáveis foi analisada pelo teste de Correlação de Sperman. O nível de significância considerado foi p<0,05. Resultados: Foi observada menor capacidade funcional (p=0,021) e menor equilíbrio (p=0,013) nas idosas com alterações nos padrões de movimento, mas o mesmo não foi encontrado em relação à força muscular de glúteo médio e extensão de tronco. Houve correlação negativa moderada entre o MOD Score e o SPPB (r=-0,570; p=0,001), fraca entre o MOD Score e a força de glúteo médio (r=-0,387; p=0,031) e uma correlação positiva fraca entre o SPPB e a força do glúteo médio (r=0,486; p=0,006). Conclusão: As idosas com alterações nos padrões de movimento apresentaram menor capacidade funcional e menor equilíbrio quando comparadas às idosas sem alterações, a força muscular do glúteo médio e a capacidade funcional foram inversamente proporcionais às alterações nos padrões de movimento e a capacidade funcional foi diretamente proporcional à força de glúteo médio.
Introduction: Changes in movement patterns are important pre-clinical indicators of functional disability in the elderly, since the low capacity for generating strength and muscle recruitment to perform daily activities, due to aging, lead the elderly to change the way they perform their daily activities in order to maintain their functionality. Objectives: To analyze the influence of neuromuscular responses, such as strength and muscular recruitment, of the gluteus medius, multifidus and lumbar iliocostalis in the functional movement patterns of elderly women, as well as to verify the correlation between these variables. Methods: 31 elderly women, aged between 60 and 78 years, participated in the study. The Task Modification Scale (MOS Score) was used to classify groups according to movement patterns during functional activities. The volunteers were divided into G1 (n = 20): elderly women without changes in movement patterns and G2 (n = 11): elderly women with changes in movement patterns. The presence of cognitive dysfunctions was assessed using the Mini-Mental State Examination, balance using the Berg Balance Scale, functional capacity through the Short Physical Performance Battery (SPPB). For the muscular strength of the gluteus medius and trunk extension, a manual dynamometer was used and during the performance of the strength tests the surface electromyography of the gluteus medius, multifidus and lumbar iliocostalis muscles was recorded. Statistical analysis: PASW 18.0 (SPSS Inc., Chicago, USA) was used. To verify the normality of the data, the Shapiro-Wilk test was used, the MANOVA was used for the data with normal distribution, the Mann-Whitney U for the data with non-normal distribution and the correlation between the variables was analyzed by the Sperman's correlation. The level of significance considered was p <0.05. Results: Lower functional capacity (p = 0.021) and lower balance (p = 0.013) were observed in elderly women with changes in movement patterns, but the same was not found in relation to the muscular strength of the middle gluteus and trunk extension. There was a moderate negative correlation between the MOD Score and the SPPB (r = -0.570; p = 0.001), and a weak correlation between the MOD Score and the strength of the middle gluteus (r = -0.387; p = 0.031) and a weak positive correlation between the SPPB and the strength of the gluteus medius (r = 0.486; p = 0.006). Conclusion: The elderly women with changes in movement patterns showed lower functional capacity and less balance when compared to elderly women without changes, the muscular strength of the middle gluteus and the functional capacity were inversely proportional to changes in movement patterns and the functional capacity was directly proportional to the strength of the average gluteus.

Descrição

Palavras-chave

Idoso, Teste de esforço, Eletromiografia, Elderly, Stress test, Electromyography

Como citar