Descrever o passado para prever o futuro: sobre os usos da história no jornalismo para o delineamento de prognósticos

Nenhuma Miniatura disponível

Data

2014

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso restrito

Resumo

Resumo (inglês)

Once the use of historical data serves as an articulator of senses in journalistic narratives, this article proposes to study the cases in which the discursive constructions of the future are structured from the evocation of the past. It is possible to discern how images of the future built on stories parting from the past is related to a specific conception of history and how this history is seen, by journalism, as a repository of examples enrolled in a temporal continuum and fixed as a judging instance able to measure and anticipate the future consequences.

Resumo (português)

Uma vez que o uso de dados históricos funciona como articulador de sentidos nas narrativas jornalísticas, o presente artigo se propõe a estudar os casos em que as construções discursivas do futuro se estruturam a partir da evocação de dados do passado. É possível entrever como as imagens do futuro construídas nas reportagens a partir do decorrido se relacionam com um tipo específico de concepção da história e como esta se articula, para o jornalismo, como um repositório de exemplos inscrito em um continuum temporal e se fixa como a instância julgadora capaz de medir consequências e antecipar o porvir.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Mosaico, v. IV, n. 1-14, p. 2, 2014.

Itens relacionados

Financiadores

Coleções