As relações interpessoais e a ludicidade no contexto do 1º ano do ensino fundamental

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2010

Autores

Silva, Carolina Biondo da [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

The aim of this study is to investigate the importance of playfulness and interpersonal relationships at school. The methodology of the study was divided into three phases: the first phase was a survey and analysis of studies in the field of childhood playfulness and interpersonal relationships, from a reference from a multidisciplinary reference, supported in the areas of Educational Psychology and history and sociology of childhood and the second was the realization of an empirical study in a classroom of 1st year of elementary school, in which we use as instruments the use of participant observation, semistructured interviews with six selected students and collected school records and the third phase focused on analysis of data from a qualitative perspective with dialogues between literature in the area and data analysis. Among the main directions of study have the following problematizations: school world not adapted in order to enroll in elementary school, lack of playfulness, interpersonal relations in this context. By analyzing this information and the main results we have the advancement of education in the new environment where playfulness, as the jokes were not taken during the year by the teacher, but remained present in the actions of children, highlighting also the symbolism and sets of rules. Interpersonal relationships were present at all times, between being a friend, share and discuss, through the interactions. Therefore, we consider that there are still challenges to deal with this new child who enters school as it relates to your mood, the play, study or friendship
O objetivo do presente estudo é o de investigar a importância da ludicidade e relações interpessoais no contexto escolar. A metodologia do estudo foi dividida em três fases: a primeira fase foi o levantamento e análise de estudos no campo da infância, ludicidade e relações interpessoais, a partir de um referencial , a partir de um referencial multidisciplinar, apoiado nas áreas da Psicologia da Educação e na História e Sociologia da Infância; a segunda foi a realização de um estudo empírico em uma sala do 1º ano do Ensino Fundamental, no qual utilizamos como procedimentos metodológicos o uso de observação participante, entrevista semi-estruturada com seis alunos selecionados e coleta de registros escolares e a terceira fase focou a análise dos dados, a partir de uma perspectiva qualitativa com diálogos entre a literatura na área e a análise dos dados. Dentre os principais direcionamentos do estudo temos as seguintes problematizações: o mundo escolar não adaptado no ingresso do Ensino Fundamental, a falta de ludicidade, as relações interpessoais neste contexto. Com a análise dessas informações e os principais resultados temos o avanço da escolarização no novo ambiente onde a ludicidade, como as brincadeiras não foram executadas durante o ano por parte do professor, porém permaneceram presentes nas ações das crianças, destacando-se ainda o simbolismo e os jogos de regras. As relações interpessoais estiveram presentes em todo momento, entre o ser amigo, compartilhar e discutir, por meio das interações. Portanto, consideramos que ainda existem desafios ao tratar da criança que ingressa neste novo contexto escolar e que se relaciona ao seu modo, na brincadeira, estudo ou amizade

Descrição

Palavras-chave

Jogos simulados em educação, Escolarização, Playfulness

Como citar

SILVA, Carolina Biondo da. As relações interpessoais e a ludicidade no contexto do 1º ano do ensino fundamental. 2010. . Trabalho de conclusão de curso (licenciatura - Pedagogia) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências, 2010.