Sincronicidade e Presciência em Duna

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2021-05-24

Autores

Silva, Frederico Negrini [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O presente trabalho se propõe a estudar o princípio da Sincronicidade, tal qual formulado pela escola psicanalítica Jungiana, e como este se concretiza dentro da série de livros de ficção científica iniciada com a primeira obra, Duna, por meio da capacidade divinatória denominada como Presciência dentro da série. A obra se tornou renomada por tratar de temáticas não usualmente relacionadas ao universo da ficção científica, sendo considerada por alguns críticos a principal deste gênero no que tange o contexto contracultural norte americano. Por se tratar de um universo ficcional tecido a partir de noções ecológicas, noções e teorias da física quântica que interrelacionam o fenômeno da consciência com a manifestação da realidade além de ideias arquetípicas e sua conexão com o inconsciente coletivo, fizemos uso da teoria Jungiana como a principal sustentação epistemológica da pesquisa; ademais, nos embasamos também em fundamentações teóricas da física quântica e de estudos acerca da metafísica de religiosidades orientais (como o Budismo e o Tantrismo) capazes de exprimir a interrelação entre o fenômeno da consciência e a realidade manifesta. O princípio da Sincronicidade é fruto de um trabalho entre Jung e Pauli, entre os estudos da psique e os estudos da física e, como já discutido por M.L. von Franz, tem direta relação com os fenômenos divinatórios (expressados através da habilidade desenvolvida geneticamente na série, a Presciência) que são ponto fulcral da narrativa de Duna.
This research intends to study the Synchronicity principle, as formulated by Carl Gustav Jung, and how such principle is reflected in Dune science fiction series through the divining capacity named as Prescience. The series had become renowned for dealing with themes not usually related to the universe of science fiction and it is considered by some of the critics the most important work of this gender regarding the countercultural north-american context. Due to the fact that the fictional universe of Dune had been sewed from ecological notions, from quantum physics theories that interrelate consciousness with reality instantiation as well as archetypal ideas and their conection with the colective unconscious, we have uses Jung's theories as the main epistemological foundation of this research; also this current work is based in quantum physics theories and certain principles derived from eastern religions metaphysics (such as Buddhism and Tantrism) that are capable of expressing the interrelation between consciousness and the manifested reality. The Synchronicity principle is a product of a work between Jung and Wolfgang Pauli, between psyche studies and physics studies and, as discussed by M.L. von Franz, has a direct relation with the divination phenomena (expressed in the series through a genetically developed ability, Prescience) that are an essential point in Dune's narrative.

Descrição

Palavras-chave

Duna, Sincronicidade, Jung, Ficção científica, Divinação, Budismo, Tantrismo

Como citar