Perdas de solo por erosão usando usle e sig no manancial da bacia hidrográfica do córrego rico

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-08-03

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Ações antrópicas de bacias hidrográficas sem estabelecer os princípios de conservação de seus recursos naturais, acarreta devastação. A erosão é um processo físico de desagregação, transporte e deposição do solo. O transporte do sedimento é realizado principalmente pelo escoamento superficial da água e, ocorre de curta a longa distância. As camadas superficiais do solo retiradas pela água das chuvas que escoam e os processos pedogenéticos podem ser quantificados aplicando a Universal Soil Loss Equation (USLE) e espacializada com o uso de um sistema de informação geográfica (SIG). O objetivo deste trabalho foi determinar as perdas de solo por erosão hídrica no Manancial da Bacia Hidrográfica do Córrego Rico (MBHCR). Para cada fator da equação foi elaborado um mapa cartográfico da área de estudo, utilizando as técnicas de geoprocessamento e programas de sistemas de informação geográfica. Fator erosividade de 7984 MJ mm ha-1 h-1 ano-1 do município de Monte Alto apresentou-se maior do que no município de Taquaritinga, 7936 MJ mm ha-1 h-1 ano-1. A erodibilidade foi de 0.0425 t.ha.h/ha.MJ-1.mm-1 , constante para área de estudo, devido a predominância dos Argissolos. O Fator LS variou entre 0 e 31, e com classe abaixo de 3 em grande parte da área. Para o Fator C percebe-se 49,05% da área é ocupado pelos principais usos: Plantas daninhas; Cana em transição (brotação) e Mata, com os valores de 0,42 a 0,43 (adimensional). A classe de erosão baixa (0 a 10 t.ha-1.ano-1) que representa a maior parte das microbacias evidencia que o uso/manejo do solo e as práticas conservacionistas atuais, representados pelos fatores C e P da USLE, estão promovendo a redução das taxas de erosão em grande parte de sua extensão e a conservação do recurso natural solo. A estimativa média da perda de solo para a região de manancial da microbacia do córrego Rico foi de 548,2 t ha-1 ano-1. A distribuição espacial da perda de solo e do potencial natural de erosão foi mais grave nas regiões a montante devido à topografia mais acentuada e maior quebra de declive. Este estudo corrobora que o o modelo USLE integrado com o ArcGIS é uma técnica relevante e prática para verificar a variabilidade espacial da perda de solo na área de manancial da bacia hidrográfica do córrego Rico.
Anthropogenic actions of hydrographic basins without establishing the principles of conservation of their natural resources, lead to devastation. The technique is a physical process of soil disaggregation, transport and deposition. Sediment transport is carried out mainly by surface water runoff and occurs from short to long distances. The surface layers of soil removed by runoff rainwater and pedogenetic processes can be quantified by applying the Universal Soil Loss Equation (USLE) and spatialized using a geographic information system (GIS). The objective of this work was to determine soil losses due to water erosion in the Watershed of the Córrego Rico River Basin (MBHCR). For each factor of the equation, a cartographic map of the study area was prepared, using geoprocessing techniques and geographic information system programs. The erosivity factor of 7984 MJ mm ha-1 h-1 year-1 in the municipality of Monte Alto was higher than in the municipality of Taquaritinga, 7936 MJ mm ha-1 h-1 year-1. Erodibility was 0.0425 t.ha.h/ha.MJ-1.mm-1 , constant for the study area, due to the predominance of Argisols. The LS Factor varied between 0 and 31, and with class below 3 in most of the area. For Factor C, 49.05% of the area is occupied by the main uses: Weeds; Cane in transition (budding) and Forest, with values from 0.42 to 0.43 (dimensionless). The low erosion class (0 to 10 t.ha-1.year-1) that represents most of the microbasins shows that the use/management of the soil and the current conservationist practices, represented by the factors C and P of the USLE, are promoting the reduction of erosion rates in a large part of its extension and the conservation of the soil natural resource. The mean estimate of soil loss for the source region of the Rico stream microbasin was 548.2 t ha-1 yr-1. The spatial distribution of soil loss and natural erosion potential was more severe in the upstream regions due to the steeper topography and greater slope break. This study corroborates that the USLE model integrated with ArcGIS is a relevant and practical technique to verify the spatial variability of soil loss in the watershed area of the Rico stream.

Descrição

Palavras-chave

Geoprocessamento, Conservação do solo, Erosão

Como citar

CARDOSO, Edson - Perdas de solo por erosão usando usle e sig no manancial da bacia hidrográfica do córrego rico - 2023. 59f - Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Estadual Paulista, Jaboticabal, 2023