A indústria de defesa brasileira: o setor de carros de combate e a engesa

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2010

Autores

Strachman, Eduardo [UNESP]
Degl'Iesposti, Eduardo Henrique Becker

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Resumo

This paper analyzes the small and medium armored combat vehicle industry, in order to understand its modus operandi. We investigate the former largest Brazilian producer of small and medium armored combat vehicles, Engesa, and concluded that its world success was a result both of its privileged perception to occupy a market niche and of the special relationship among its CEO and the Brazilian Army. A combination of negative factors conduced the firm to its bankruptcy, in the beginning of the 1990s, but we also identified a huge business potential, which could be either occupied by Engesa, if it had not disappeared, or by a follower in this market.
Este artigo analisa a indústria de carros de combate de pequeno porte, para compreender seu “modus operandi”. Investigou-se a maior fabricante de blindados brasileira, a Engesa. Os resultados foram os seguintes: o sucesso mundial da Engesa deveu-se tanto à sua percepção privilegiada para ocupar um novo nicho de mercado como à relação especial existente entre seu presidente e o Exército brasileiro; uma combinação de fatores negativos levou a empresa à falência no início dos anos 90; e identificou-se um potencial imenso de negócios, que poderia ser ocupado pela empresa, se esta não tivesse falido, ou por uma sucessora desta.

Descrição

Palavras-chave

Industrial economics, Industrial policy, Srmaments industry, Economia industrial, Políticas industriais, Indústria armamentista

Como citar

Ensaios FEE, v. 31, n. 1, p. 31-58, 2010.