Doses de NPK no desenvolvimento, produtividade e qualidade de frutos do maracujazeiro ‘Roxinho do Kênia'

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2010-08-13

Autores

Ripardo, Ana Karolina da Silva [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O maracujá ‘Roxinho do Kênia’ é uma fruta que pode transformar-se numa fonte de renda importante para o agricultor, devido ao elevado valor pago no mercado europeu pela fruta in natura. A nutrição mineral é essencial para elevar a produtividade e melhorar a qualidade dos frutos, sendo o nitrogênio e o potássio os nutrientes mais absorvidos pelo maracujazeiro. Considerando a falta de estudos sobre as quantidades de N, P, K na cultura do maracujazeiroroxo, o presente trabalho objetivou avaliar o desenvolvimento, produtividade e qualidade dos frutos do maracujazeiro ‘Roxinho do Kênia’ (Passiflora edulis var. edulis Sims), quanto a doses crescentes de NPK. O experimento foi implantado na Fazenda Experimental Lageado, pertencente à Faculdade de Ciências Agronômicas – UNESP, localizada no município de Botucatu, Estado de São Paulo. O delineamento estatístico foi em blocos ao acaso, empregando-se doses de NPK (20-05-20): 140, 200, 260, 320, 380 e 440 g/planta, com quatros repetições. As mudas foram plantadas no espaçamento de 2,50 x 2,50m, contendo quatro plantas por parcela. Os parâmetros avaliados foram: altura da planta com 30, 46, 63, 77 e 92 dias pós-plantio; diâmetro do tronco a 30 cm do solo com 30, 46, 63, 77, 92 e 107 dias pósplantio; produção; produtividade; classificação dos frutos por tipo com posterior contagem e pesagem; análise do teor de sólidos solúveis totais, acidez titulável e vitamina C. O aumento nas doses de NPK não influenciou no crescimento em altura e diâmetro do caule das plantas na maioria dos tempos avaliados, porém aos 92 e 107 dias, respectivamente, houve efeito significativo para as doses; a adubação com NPK não influenciou nos demais parâmetros avaliados
The passion fruit 'Roxinho of Kênia' is a fruit that can become an important source of income for the farmer because of the high price paid in the European market for fresh fruit. The mineral nutrition is essential to raise productivity and improve fruit quality, with nitrogen and potassium nutrients most absorbed by passion. Considering the lack of studies on the amounts of N, P and K in the culture of the purple passion fruit, this study aimed to evaluate the development, productivity and quality of passion fruit Roxinho of Kênia (Passiflora edulis var. Edulis Sims), as to increasing levels of NPK. The experiment was established on the Experimental Farm Lageado belonging to the Faculty of Agronomic Sciences - UNESP, located in Botucatu, São Paulo. The statistical design was randomized blocks, using increasing doses of NPK (20-05-20) at doses of 140, 200, 260, 320, 380 and 440 g / plant, with four replications. Seedlings were planted at a spacing of 2.50 x 2.50 m, containing four plants per plot. The parameters evaluated were: plant height at 30, 46, 63, 77 and 92 days after planting, trunk diameter 30 cm of soil with 30, 46, 63, 77, 92 and 107 days after planting; production, productivity; classification fruit type with subsequent counting and weighing, analysis of Brix, acidity and vitamin C Increasing doses of NPK had no effect on growth in height and stem diameters of plants in most time periods studied, but at 92 and 107 days, respectively, there was a significant effect for the doses, the NPK fertilizer did not influence the other parameters were

Descrição

Palavras-chave

Adubação, Maracuja - Adubos e fertilizantes, Fertilization, Production, Purple passion fruit, Growth

Como citar

RIPARDO, Ana Karolina da Silva. Doses de NPK no desenvolvimento, produtividade e qualidade de frutos do maracujazeiro ‘Roxinho do Kênia'. 2010. xi, 71 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agronômicas, 2010.