Características de condensação da cromatina e morfometria espermática de touros da raça Gir

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2019-07-12

Autores

Oliveira, Patricia Ramos Heggendorn [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar a qualidade espermática, compactação/integridade e deficiência de protamina da cromatina de espermatozoides, somado às características reprodutivas de acordo com a idade. Procurou-se avaliar a interferência da idade nas variáveis analisadas e a evolução das mesmas ao longo de quatro coletas mensais. Foram selecionados 43 touros de elite Bos taurus indicus da raça Gir com idades iniciais entre 18 e 42 meses e divididos em três grupos: jovens (18,5-24,7 meses de idade, n=15), jovens adultos (25,2-28,6 meses de idade, n=16) e adultos (29,1-42,0 meses de idade, n=12). Nessa primeira avaliação as características reprodutivas foram incluídas (Fertilidade, Classificação Andrológica por Pontos e Índice de Classificação de Touros). Em seguida 38 dos 43 touros foram divididos em 3 grupos (mesmas faixas etárias): jovens (n=12), jovens adultos (n=13) e adultos (n=13). Após descongelamento, as amostras foram submetidas às técnicas de coloração do azul de toluidina, para avaliar concomitantemente condensação/integridade da cromatina e morfometria da cabeça espermática, e coloração pela cromomicina A3 (CMA3), para investigar deficiência de protamina espermática. Animais do grupo jovem apresentaram espermatozoides com maior heterogeneidade da compactação da cromatina (CV) (2,52±0,31%) que animais do grupo jovem adulto (1,75±0,10 %). Além disso, o grupo jovem apresentou alteração de cromatina em todas as coletas (Dif > 2 e/ou CV > 5%). O grupo jovem adulto apresentou maior índice de fertilidade (87,27±2,05) (exame andrológico, qualidade espermática a fresco e pós-descongelamento, circunferência escrotal e libido) e melhor nota de classificação andrológica por pontos (83,64±3,92) que animais do grupo adulto (77,60±2,74; 76,82±3,16, respectivamente) (P<0,05). No teste do CMA3, espermatozoides de touros jovens apresentaram maior deficiência de protamina na primeira e quarta coletas (C1= 5.111±619; C4= 4.3880±171; (P<0,05)), possivelmente devido a influência de estresse, tanto do transporte e adaptação a novo manejo quanto estresse térmico. Resultados de morfometria não diferiram ao longo das coletas (P>0,05). Como conclusão, os resultados desse estudo mostram que a idade teve influência quanto as avaliações da cromatina, tendo os animais do grupo jovem apresentado-se imaturos nessas análises. Testes de investigação apresentaram perfil dinâmico de acordo com as diferentes faixas etárias, indicando não existir teste único para avaliar capacidade reprodutiva.
The aim of this study was to evaluate sperm quality, condensation/integrity and protamine deficiency of sperm’s chromatin packaging, as well as the behavior of reproductive characteristics according to age. For that, two approaches were done: 1st) evaluate how age would interfere in the analyzed variables, 2nd) evaluate how the variables would evolve along four monthly collections. On the 1st approach, 43 elite Gir bulls (Bos taurus indicus) with initial ages between 18 and 42 months were divided into three groups: young (18.5-24.7 months, n=15), young adult (25.2-28.6 months, n=16) and adult (29.1-42.0 months, n=12). Results of reproductive characteristics evaluation (Fertility, Andrological Classification by Points and Bull Classification Index) were included in this first approach. For the 2nd approach, 38 of the 43 bulls were divided into three groups (using the same criteria described before): young (n=12), young adult (n=13) and adult (n=13). After thawing, semen samples were evaluated trough the toluidine blue method, for chromatin condensation/integrity and sperm head morphometry assessment and chromomicin A3 (CMA3) to analyze protamine deficiency. Animals from the young group presented spermatozoa with higher heterogeneity of chromatin compaction (CV) (2.52±0.31 %) than animals from the young adult group (1.75±0.10 %). Young bulls also presented chromatin alteration in all the four collections ((Dif > 2 and/or CV > 5%). The young adult group showed higher fertility index (andrological examination, fresh and thawed sperm quality, scrotal circumference and libido) (87.27±2.05) and better score at bull soundness evaluation (83.64±3.92) than animals from the adult group (77.60±2.74; 76.82±3.16, respectively) (P < 0.05). Young bulls CMA3 results showed higher protamine deficiency in the first and fourth collections (C1= 5.111±619; C4= 4.388±171; (P<0,05)), possibly due to stress of transportation and adaptation to the new environment as well as heat stress. Results of morphometry and compaction evaluated trough the toluidine blue method didn`t differ along collections (P > 0,05). From our results, it can be concluded that age had an influence in chromatin evaluations, as bulls from the young group showed immaturity in these analyses. Investigative tests presented a dynamic profile according to the different age groups, indicating that there is not a single test for reproductive capacity.

Descrição

Palavras-chave

Azul de Toluidina, CMA3, Protaminação, Bovinos, Sêmen

Como citar