A pílula mágica e o (pré)conceito: a realidade e o impacto da leucemia mielóide crônica na vida do paciente

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2014-08-14

Autores

Lombardo, Mariela Santos [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

The advent of specific drug target for the treatment of Chronic Myeloid Leukemia (CML) in 2001, maybe will score a few more glory days in the history of fighting cancer. These drugs are the result of high medical technology and promise a better control of the CML with reduced side effects, by reference to those of conventional chemotherapy. Cancer is a chronic disease feared and stigmatized in our society that generally impacts the physical and mental body of its bearer. However, cancer has been recognized even more as a manageable disease and that it can take a long survival to its carrier, allowing them to maintain their life goals and their routine activities in different dimensions of everyday life. The myths and beliefs around cancer take on a singular character by reference to other chronic diseases, with a perception of unpredictability in the carrier and his family. This study investigated the experience of illness and the impact of CML in daily life as well as the perception of the carrier on the disease process, treatment and the impact of the disease in its life relationship. Seven semi-structured interviews with two women and five men with CML were performed. A thematic content analysis of the data produced was guided by an adaptation of the proposed Bardin. We found that experiences of illness are initially perceived by various physical manifestations and, in general, rather weak, but sufficient for some subjects seek to clarify them. The diagnosis of CML caused an impact on the lives of the subjects, marking a before and an after, caused by different changes in everyday life: the long-term treatment (although lighter than chemotherapy), routine visits to the hospital for appointments and tests, disturbances and changes in work relationships, personal and family. Subjects found different explanations for such misfortune, some of them linked to previously work and products used ...
O advento das drogas alvo específicas para o tratamento da Leucemia Mielóide Crônica (LMC) em 2001, talvez venham marcar mais alguns “dias de glória” na história do “combate” ao câncer. Esses são medicamentos fruto de alta tecnologia médica e prometem um melhor controle da LMC com reduzidos efeitos colaterais, por referência àqueles da quimioterapia convencional. O câncer é uma doença crônica temida e estigmatizada em nossa sociedade que, geralmente, produz um impacto no corpo físico e psíquico de seu portador. Todavia, cada vez mais o câncer vem sendo reconhecido como uma doença controlável e que pode dar uma longa sobrevida a seu portador, permitindo lhes manterem seus projetos de vida e suas atividades rotineiras em diferentes dimensões da vida cotidiana. Os mitos e crenças em torno do câncer assumem um caráter singular por referência às outras doenças crônico-degenerativas, com uma percepção de imprevisibilidade no portador e em sua familiar. Esse estudo buscou compreender a experiência de adoecimento e o impacto da LMC na vida diária, bem como a percepção do portador sobre o processo de adoecimento, seu tratamento e a repercussão da doença em sua vida de relação. Foram realizadas sete entrevistas semiestruturadas com duas mulheres e cinco homens portadores de LMC. A análise temática de conteúdo dos dados produzidos foi orientada por uma adaptação da proposta de Bardin. Verificamos que as experiências de adoecimento são inicialmente percebidas por meio de manifestações corporais variadas e, no geral, pouco intensas, mas suficientes para que alguns dos sujeitos buscassem esclarecê-las. O diagnóstico da LMC provocou um impacto na vida dos sujeitos, marcando um antes e um depois, provocado por diferentes mudanças no cotidiano: o tratamento de longa duração (embora mais leve que uma quimioterapia), a rotina de visitas ao hospital para consultas e exames, perturbações e transformações ...

Descrição

Palavras-chave

Leucemia mieloide de fase cronica - Tratamento, Administraçao oral, Medicamentos - Administração, Pesquisa qualitativa, Qualidade de vida, Cancer - Diagnóstico, Cancer

Como citar

LOMBARDO, Mariela Santos. A pílula mágica e o (pré)conceito: a realidade e o impacto da leucemia mielóide crônica na vida do paciente. 2014. 120 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, 2014.