Memórias de professoras de escolas rurais: (Rio Claro - SP, 1950 a 1992)

dc.contributor.advisorChaloba, Rosa Fátima de Souza [UNESP]
dc.contributor.authorLeite, Kamila Cristina Evaristo [UNESP]
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.date.accessioned2018-03-19T17:25:38Z
dc.date.available2018-03-19T17:25:38Z
dc.date.issued2018-02-23
dc.description.abstractNesta dissertação apresenta-se resultados de pesquisa de Mestrado em Educação com o objetivo geral de analisar aspectos da profissão docente no meio rural do estado de São Paulo, especificadamente no município de Rio Claro, focalizando-se a formação inicial, o ingresso na carreira docente, as práticas educativas, a formação em serviço, as condições de trabalho e a relação com o meio rural, no período de 1950 a 1992. Mediante abordagem histórica e a metodologia da história oral, utilizam-se como corpus documental os Anuários Estatísticos (do Brasil e do Estado de São Paulo); a Legislação estadual e municipal que normatiza o ensino e a profissão docente; o Plano Diretor Integrado do Município de Rio Claro (1972); as entrevistas com cinco professoras rurais. A delimitação temporal baseou-se na trajetória das professoras entrevistadas. O ano de 1950 marca o início da carreira da professora Mariquinha, docente com mais tempo na profissão, e o ano de 1992 delimita o momento em que as professoras Amélia e Josefina deixaram de lecionar em escolas rurais por estas passarem pelo processo de reestruturação e agrupamento implementado pelo Decreto Estadual n. 29.499/1989. Os resultados apontam que a formação inicial e em serviço eram de caráter geral, sem especificações para atividades agrícolas e o nível de formação das professoras de escolas rurais no estado de São Paulo era elevado, sendo que essas docentes possuíam cursos de especialização, aperfeiçoamento e licenciatura em Pedagogia. O ingresso na carreira se dava principalmente através dos concursos de títulos e, posteriormente, dos concursos de provas e títulos. Entre as práticas educativas destaca-se o cultivo da horta escolar, a utilização de livros didáticos e a organização das classes em fileiras de ano/série. As condições de trabalho estavam relacionadas principalmente as condições físicas e materiais das escolas, da moradia e do transporte. Por fim, mediante aos relatos de experiências e lembranças marcantes das professoras nas escolas rurais, a dissertação evidencia a relação delas com o meio rural.pt
dc.description.abstractThe results of research of Master’s Degree in Education are presented with the general objective of analyzing aspects of the teaching profession in the rural area of the state of São Paulo, specifically in the municipality of Rio Claro, focusing on initial training, entry into the teaching career, educational practices, in-service training, working conditions and the relationship with the rural area, from 1950 to 1992. Through historical approach and oral history methodology, are used as documentary corpus the Statistical Yearbooks (of Brazil and the state of São Paulo); the state and municipal legislation that regulates education and the teaching profession; the Integrated Master Plan of the Municipality of Rio Claro (1972); interviews with five rural teachers. The temporal delimitation was based on the trajectory of the teachers interviewed. The year 1950 marked the beginning of the career of Mariquinha, a teacher with more time in the profession, and the year 1992 delimited the moment in which the teachers Amelia and Josefina stopped teaching in rural schools as they underwent the process of restructuring and grouping implemented by State Decree n. 29,499 / 1989. The results indicate that the initial training and in-service were of a general nature, with no specifications for agricultural activities and the level of training of rural school teachers in the state of São Paulo was high, and these teachers had specialization courses, further training course and degree in Pedagogy. The entry into the career was mainly through the contests of titles and later the contests of exams and titles. Among the educational practices, we highlight the cultivation of the school garden, the use of textbooks and the organization of classes in rows of year/ series. Working conditions were mainly related to the physical and material conditions of schools, housing and transportation. Finally, through the reports of experiences and strong memories of the teachers in the rural schools, the dissertation evidences the relation between them and the rural area.en
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.identifier.aleph000898448
dc.identifier.capes33004110040P5
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/153087
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.subjectProfessoras de escolas ruraispt
dc.subjectMemóriaspt
dc.subjectAspectos da profissão docente na zona ruralpt
dc.subjectRio Claro/SPpt
dc.subjectRural teachersen
dc.subjectMemoriesen
dc.subjectAspects of the teaching profession in the rural areaen
dc.titleMemórias de professoras de escolas rurais: (Rio Claro - SP, 1950 a 1992)pt
dc.title.alternativeMemories of teachers of rural schools: (Rio Claro - SP, 1950 to 1992)en
dc.typeDissertação de mestrado
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Filosofia e Ciências, Maríliapt
unesp.embargoOnlinept
unesp.graduateProgramEducação - FFCpt
unesp.knowledgeAreaEducaçãopt
unesp.researchAreaFilosofia e história da educaçãopt

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
leite_kce_me_mar.pdf
Tamanho:
1.71 MB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Nenhuma Miniatura disponível
Nome:
license.txt
Tamanho:
2.99 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição: