Avaliação de seleções de laranjeiras 'Valência' sobre dois porta-enxertos

Imagem de Miniatura

Data

2008-07-31

Autores

Tomasetto, Fabio [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O presente trabalho teve por objetivo avaliar cinco seleções da laranjeira ‘Valência’, quanto ao potencial industrial com relação às variedades Natal e Valência, enxertadas sobre citrumeleiro ‘Swingle’ (experimento I) e a tangerineira ‘Sunki’ (experimento II), avaliando-se o desenvolvimento vegetativo das plantas, porcentagem de pegamento dos frutos, produção e características físico - químicas dos frutos (sólidos solúveis totais - °Brix, acidez, “ratio”, porcentagem de suco, índice tecnológico, tamanho dos frutos). Os experimentos foram conduzidos na Estação Experimental de Citricultura de Bebedouro (E.E.C.B.), município de Bebedouro-SP. Os plantios dos experimentos foram realizados em fevereiro de 2001, sob espaçamentos de 7,0 m entre linhas e 5,0 m entre plantas (285 plantas/ha) e 7,0 m entre linhas e 3,0m entre plantas (476 plantas/ha), respectivamente para os experimentos I e II. O delineamento experimental, para ambos experimentos, foi em blocos ao acaso, duas plantas por parcela, quatro repetições e 7 tratamentos, constituídos pelas seguintes variedades copas: 1) Natal, 2) Valência, 3) Valência Don João, 4) Valência Late Burjasot IVIA 35-2, 5) Valência Rohde Red SRA-36, 6) Valência Temprana IVIA-25, 7) Valência Campbell. Para desenvolvimento vegetativo das plantas e características físicas referentes a massa, diâmetro e altura de frutos as seleções ‘Valência Late Burjasot’ IVIA 35-2 e ‘Don João’ apresentaram as maiores médias. As mesmas seleções citadas anteriormente apresentaram as melhores médias para porcentagem de pegamento para o experimento I, no experimento II as seleções estudadas não diferiram. Quanto à produção, a seleção ‘Valência Late Burjasot’ IVIA 35-2 destacou-se na segunda safra.
The aim of the current work was to compare the conduct of five ‘Valência’ sweet oranges selection with in it's industrial potential in relation to the varieties Natal and Valencia on two rootstocks: ‘Swingle’ (experiment I) and ‘Sunki’ (experiment II), evaluating the vegetative growth, percentage of fruit set, yield and physical and chemical fruit characteristics. Two experiments were set up in February 2001, at Bebedouro city, São Paulo State, Brazil. The experiments I and II were carried out with the spacements of 7.0 m between rows with 5.0 m between trees and 7.0 m between rows with 3.0 m between trees, respectively. The experimental design used was a randomized blocks, with four replications and two trees per each seven plots. The crown varieties tested were 1) ‘Natal’, 2) ‘Valência’, 3) ‘Valência Don João’, 4) ‘Valência Late Burjasot’ IVIA 35-2, 5) ‘Valência Rohde Red’ SRA-36, 6) ‘Valência Temprana’ IVIA-25, 7) ‘Valência Campbell’. For vegetative growth and the physical characteristics referring to mass diameter and height of fruits, the selections ‘Valência Late Burjasot’ IVIA 35-2 e ‘Don João’ presented the highest averages The same selections also presented the best averages for percentage of fruit set in experiment I, while in experiment II the selections did not differ. In relationship to production, the selection ' Valência Late Burjasot' IVIA 35-2 stood out in the second crop. Already for revenue in juice and technological index the selections ‘Valência Late Burjasot’ IVIA 35-2 , ‘Don João’ and ‘Valência Campbell’ presented the largest averages comparing the varieties Valência and Natal.

Descrição

Palavras-chave

Citrus, Sweet orange, Fruit quality, Cítricos, Laranja, Qualidade dos frutos, Diversificação de copas

Como citar

TOMASETTO, Fabio. Avaliação de seleções de laranjeiras 'Valência' sobre dois porta-enxertos. 2008. iii, 47 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, 2008.