O gesto provável: uma investigação acerca do gesto musical

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2005

Autores

Freitas, Marcos Tadeu Borges de [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Este trabalho se constitui de uma pesquisa acerca do ensino e da prática pianística, focando, especialmente, a corporalidade gestual implicada no fazer musical, que se investiga na sua complexidade em contraposição às formas do ensino tradicional do piano, ensino este que se constituiu a partir de parâmetros mecaniscistas, em uma abordagem da execução musical dentro de uma concepção técnica profissionalizante, desenvolvida, sobretudo, nos conservatórios, desde de sua criação, e tendo como objetivo a formação instrumentistas virtuoses. A compreensão do gesto musical, em sua multidimensionalidade, é buscada através de uma metodologia interdisciplinar, localizada e fundamentada na espistemologia, ciência a partir da qual se situa o objeto desta pesquisa entre as atividades cognitivas relativas ao conhecimento musical. Desta forma, o trabalho referencia o gesto musical primeiramente na unidade complexa do índividuo e sua expressão, da qual parte o conhecimento. A unidade do sujeito é investigada sob diferentes ângulos, quais sejam, na integridade e intereção de suas funções cognitivas, de suas funções emocionais e psíquicas e de suas funções corporais, e, em especial, em relação à música, tomada como expressão completa e integrada deste indivíduo multideterminado. Situada a concepçao unitária de complexidade do conhecimento e do seu sujeito, e localizando as questões que surgem na abordagem tecnicista, este estudo destaca a presença e a expressão das funções humanas no corpo do índividuo, mostrando na prória corporeidade do sujeito a interação de todas as suas instâncias. Revela-se o corpo como protagonista natural, tanto nas funções psíquicas, quanto intelectuais, constituinte das emoções bem como parâmetro e fundamento das ações cognitivas...
This essay consists of a research involving the teachings and practice of the piano, especialy the corporal gestures involved in the making of music, which is investigated in is´s complexity oposed to the forms of traditional teachings of the piano, teachings that consist of mechanical parameters, in a aproach of the musical execution within a tecnical conception, professionalizing, developed, overall, in conservatories, since its creation, and having in mind the formation of virtuous instrumentalists. A comprehention of the musical gesture, in its multidimensionality, is achieved throug a interdisciplinary methodology, located and fundamented en epistemology, a since in which the object of this research, among cognitive activities related to musical knowledge. The essay makes reference to the musical gesture primarily in the complex unit of the individual and his expression, of which knowledge is part. The unit of the subject is investigated from many points of wiew, wichever they are, in the integrity and interaction of his cognitive functions, of his emotional and psycological functions, and of his body functions, and specialy related to music, taken as a complex expression and incorporated in this multi-determined individual. Placed in a unitarian and systemic conception of the complexity of the knowledge and of its subject, and locating the matters that arise in the technicists aproach, this study highlights the presence and the expression of the human functions in the individual´s body, showing in its own body interaction in every instance. The body reveals itself as the main attraction naturaly, in psycological functions, and intelectual as well, container of emotionsas well as a parameter and basis... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Palavras-chave

Musica - Instrução e estudo, Musicologia, Etnomusicologia, Music

Como citar

FREITAS, Marcos Tadeu Borges de. O gesto provável: uma investigação acerca do gesto musical. 2005. 159 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Artes, 2005.