Períodos de interferência das plantas daninhas na cultura da cana-de-açúcar: I - Tiririca

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2000-08-01

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas

Resumo

Com o objetivo de estudar períodos de interferência entre plantas daninhas e a cultura da cana-de-açúcar, foi instalado um experimento no município paulista de Pradópolis, numa área pertencente à usina São Martinho, onde a cana-deaçúcar foi plantada no mês de abril de 1995 e colhida quinze meses depois. As condições climáticas no estado de São Paulo após o plantio deste experimento (época normal de plantio da cana-de-açúcar no estado de São Paulo) são caracterizadas por deficiência hídrica e temperaturas amenas, sendo que o períodos chuvoso iniciou-se apenas quatro meses após o plantio. O resultados obtidos no experimento permitiram concluir que a cana-de-açúcar suportou um pequeno período de convivência inicial, de zero aos 41 dias após o plantio (DAP), sem sofrer interferência significativa de diminuição da produção. No entanto, o controle da tiririca por um período curto (dos aos 22 dias após o plantio da cana-de-açúcar foi suficiente para assegurar a produção.
The objective of this research was to study interference periods between weeds and sugarcane culture in a experimental area located in Pradópolis, São Paulo State, Brazil. In these experiment, sugarcane was planted in May of 1995, and harvested 15 months later. The climatic conditions in São Paulo State during the months that follow sugarcane planting in the experiment (normal time when growers plant sugarcane), are characterized by negative balance of rain and evapotranspiration and mild temperatures, and the rainy season starting only four months after planting time. According to the results, it was concluded that, in the experiment where purple nutsedge (Cyperus rotundus) was the major infesting weed, sugarcane tolerated only 41 days, after planting, without interference by the weed, due to probably a greater competitive ability and allelopathic effect that have been attributed to this weed during the earlier stages of sugarcane development, interference starts right after initial sugarcane sprouting. on the other hand, purple nutsedge is very sensible to crop canopy shading, and low temperature, so the competition ended at only 22 days after planting (DAP).

Descrição

Palavras-chave

Saccharum officinalis, Weed, Competition, Cyperus rotundus, Saccharum officinalis, Competição, Cyperus rotundus

Como citar

Planta Daninha. Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas , v. 18, n. 2, p. 241-251, 2000.