Análise funcional do miRNA-1914-5p no processo pró-esteatótico não alcoólico em cultura celular

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-03-21

Autores

Pansa, Camila Cristiane [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Nos últimos anos a prevalência das doenças hepáticas gordurosas não alcóolicas (DHGNA) tem aumentado no mundo. Esta condição é caracterizada pelo acúmulo desequilibrado de triglicerídeos no interior dos hepatócitos, e sua progressão pode levar a esteato-hepatite não alcoólica (EHNA), cirrose e até mesmo hepatocarcinoma. Diversas são as etiologias que contribuem para o desenvolvimento da DHGNA, dentre elas a obesidade, o diabetes, a genética e epigenética, agrotóxicos, vírus entre outros, o que complica ainda mais o desenvolvimento de terapias eficazes. Atualmente, o único tratamento para esta condição se baseia no estilo de vida e mudança nos hábitos alimentares dos indivíduos. Assim, buscar entender detalhes mecanísticos que subsidiem ao desenvolvimento de novas drogas é pertinente. Dessa maneira o presente trabalho teve como objetivo avaliar a atividade funcional do miRNA-1914-5p, baseado em estudos proteômicos e análises bioquímica, na biologia do sistema de células hepáticas em condições de pró-esteatose. As análises dos resultados proteômicos apontaram mecanismos reguladores do ambiente pro-esteatótico, entre os quais, o processo epigenético que foi avaliado em ensaios bioquímicos e análises de expressão gênica (qPCR e western blotting). Estas analises evidenciaram que a presença do miRNA 1914-5p no processo de pró-esteatose levou a maior perturbação do equilíbrio celular por aumento das proteínas HSP e a presença da proteína HSP5, sinalizadora de estresse do retículo endoplasmático, além de possível progressão da DHGNA com o aumento da expressão gênica de MAT2A e MAT2B. Contrariamente, a inibição do miRNA-1914-5p, apresentou atenuar os processos de pró-esteatose por possível aumentou das expressões de genes fundamentais da via do 1-carbono (1C) como AHCY, MTHFRD2 e MTR, além de apresentar possível consumo exacerbado de GSH, pertencente a via da transsulfuração, anexa a via do 1C, para a recuperação do equilíbrio e homeostasia celular. Em conclusão, a inibição do miRNA-1914-5p, apresentou atenuar a condição de pró-esteatose no modelo de co-cultura por possível atuação na via do 1C e facilitação do consumo exacerbado de GSH. Entretanto mais investigações são necessárias para melhor compreender de fato a atuação deste miRNA na via da do 1C e na via da transsulfuração.
In recent years, the prevalence of non-alcoholic fatty liver disease (NAFLD) has increased worldwide. This condition is characterized by unbalanced accumulation of triglycerides within hepatocytes, and its progression can lead to non-alcoholic steatohepatitis (NASH), cirrhosis and even hepatocellular carcinoma. There are several etiologies that contribute to the development of NAFLD, including obesity, diabetes, genetics and epigenetics, pesticides, viruses, among others, which further complicates the development of effective therapies. Currently, the only treatment for this condition is based on lifestyle and changing eating habits of individuals. Thus, seeking to understand mechanistic details that support the development of new drugs is pertinent. Thus, the present work aimed to evaluate the functional activity of miRNA-1914-5p, based on proteomic studies and biochemical analysis, in the biology of the liver cell system under conditions of pro-steatosis. The analyzes of the proteomic results pointed regulatory mechanisms of the pro-steatotic environment, among which, the epigenetic process that was evaluated in biochemical assays and analysis of gene expression (qPCR and western blotting). These analyzes showed that the presence of miRNA-1914-5p in the process of pro-steatosis led to a greater disruption of cell balance due to an increase in HSP proteins and the presence of the HSP5 protein, which signals endoplasmic reticulum stress, in addition to the possible progression of NAFLD with increased gene expression of MAT2A and MAT2B. In contrast, the inhibition of miRNA-1914-5p, attenuated pro-steatosis processes by possibly increasing the expression of fundamental genes of the 1-carbon (1C) pathway, such as AHCY, MTHFRD2 and MTR, in addition to presenting a possible exacerbated consumption of GSH, belonging to the transsulfuration pathway, attaches to the 1C pathway, for the recovery of cellular balance and homeostasis. In conclusion, the inhibition of miRNA-1914-5p, showed to attenuate the condition of pro-steatosis in the co-culture model by possible action in the 1C pathway and facilitation of the exacerbated consumption of GSH. However, further investigations are needed to better understand the actual role of this miRNA in the 1C pathway and in the transsulfuration pathway.

Descrição

Palavras-chave

Análise funcional, Doenças hepáticas, Epigenética, Modelo celular, MiRNA-1914-5p, Functional analysis, Hepatic diseases, Epigenetics, Cell model

Como citar