Aspectos da biologia e morfologia da broca do pedúnculo floral do coqueiro, Homalinotus coriaceus (Gyllenhal) (Coleoptera: Curculionidae)

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2004-02-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Sociedade Entomológica do Brasil

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

A broca do pedúnculo floral do coqueiro, Homalinotus coriaceus (Gyllenhal), é uma praga limitante à produção de coco no Brasil, provocando a queda das flores e dos frutos imaturos. Sua biologia é pouco conhecida o que tem dificultado a seu manejo adequado no campo. Dessa forma, foi realizado o estudo da biologia desse inseto no Laboratório de Entomologia da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) Tabuleiros Costeiros - CPATC, em Aracaju, SE, à temperatura de 25 ± 2°C, umidade relativa de 70% e fotofase de 12h. Para alimentação e oviposição dos adultos coletados no campo foram utilizados toletes de cana-de-açúcar como substrato, nos quais as fêmeas colocaram ovos individualizados, cujo período de incubação variou de seis a 14 dias. As larvas foram criadas no mesocarpo de coco, desenvolvendo-se em 144 dias em média, passando por cinco a sete ínstares. O período pupal médio foi de 31 dias. A longevidade do adulto variou de 303 a 695 dias para fêmeas e de 246 a 635 dias para machos, sendo o ciclo de ovo a adulto de 181,9 dias para fêmeas e 188,5 para machos. Foram observadas diferenças morfológicas nas pupas e nos adultos, que podem ser utilizadas para separação dos sexos. Ao contrário dos machos, as fêmeas apresentam, na fase de pupa, duas estruturas arredondadas e elevadas situadas na face ventral e final do abdome e, na fase adulta, o penúltimo tergito abdominal projeta-se sobre o último.

Resumo (inglês)

The black coconut bunch weevil, Homalinotus coriaceus (Gyllenhal), is an important coconut pest in Brazil, making the flowers and the immature fruits to fall down. Its biology is not well known and therefore efficient pest management in the field is difficult to obtain. Several biological aspects were evaluated in Aracaju - SE at CPATC (Laboratório de Entomologia at Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) Tabuleiros Costeiros), under 25 ± 2°C temperature, 70% RH and 12h photophase. Adults were collected in the field and fed on sugar cane pieces, where females laid their eggs individually. Incubation period was from six to 14 days. The larvae were reared in coconut mesocarp and their development lasted about 144 days, with five to seven instars. Pupal period was about 31 days and adult longevity reached 303 to 695 days for females and 246 to 635 days for males. The period from egg to adult was about 181,9 days for females and 188,5 for males. Morphological differences were observed on pupae and adults that can be used for sex determination. The females show two round and elevated structures in the ventral end of the abdomen during the pupal phase. In the adult phase, the abdomen tergite before the last covers the last one.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Neotropical Entomology. Sociedade Entomológica do Brasil, v. 33, n. 1, p. 7-12, 2004.

Itens relacionados

Financiadores