Atendimento psicoterápico de adultos na fila de espera do CPA sob orientação psicanalítica

Nenhuma Miniatura disponível

Data

2003

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Resumo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

A demanda de clientes adultos à espera de atendimento no Centro de Psicologia Aplicada (CPA)/UNESP/campus de Bauru tem aumentado significativamente a cada ano e os serviços oferecidos regularmente não têm sido capazes de responder a esta demanda. Este projeto permitiu a realização de atendimento psicoterápico de orientação psicanalítica junto a esses clientes, sobretudo os que apresentavam maior urgência, em uma rápida resposta à fila de espera. O presente projeto tem como objetivos: a) possibilitar atendimento psicoterápico a clientes adultos da fila de esperado CPA; b) aprimorar a formação clínica das psicólogas e estagiárias envolvidas no projeto; c) aprimorar a formação em Psicoterapia de Orientação Psicanalítica, através de programa de atendimento psicológico a pacientes adultos; d) planejar e realizar Diagnóstico Estrutural na perspectiva psicanalítica; e) conduzir o processo terapêutico sob a perspectiva psicanalítica; f) supervisão de casos clínicos de urgência. O projeto desenvolve-se mediante a atuação clínica das psicólogas e estagiárias, cujos atendimentos clínicos a pacientes do CPA são supervisionados, sob Orientação Psicanalítica, com possibilidades de futuras pesquisas na área. Foram selecionados 17 pacientes da fila de espera do CPA, sendo que cada profissional atendeu de 2 a 3 pacientes. Como critérios de seleção considerou-se a urgência de atendimento apresentada pelo paciente e o interesse de cada profissional em determinado caso. Foram realizadas supervisões semanais de cada caso, o que possibilitou discussões teóricas, além do acompanhamento de todos os casos, garantindo que a formação das profissionais fosse aprimorada dentro da orientação psicanalítica. Pôde-se perceber grande variedade na clientela que procura o CPA. A respeito da relação existente entre os sintomas e a estrutura psíquica de cada analisando, revelada mediante o estudo realizado durante as supervisões, verificou-se a presença de características que necessitavam ser analisadas, relativas às estruturas psíquicas neuróticas – histérica e obsessiva – e psicótica. Tais aspectos possibilitaram um ganho em experiência das profissionais durante o acompanhamento dos casos. Com relação aos pacientes, notou-se mudanças nas queixas apresentadas inicialmente, além de uma maior responsabilização pelas próprias atitudes, o que demonstra um envolvimento do paciente com o atendimento psicoterápico, bem como a certeza de que podem se beneficiar com o atendimento segundo a terapêutica psicanalítica. Cumpre ressaltar que tais mudanças e benefícios têm lugar sobretudo porque o projeto cria condições para um atendimento contínuo e com o mesmo profissional, aspectos cruciais não só para o tempo de diagnóstico e a entrada em análise, mas para as próprias transformações.

Descrição

Palavras-chave

Idioma

Português

Como citar

Itens relacionados