Fauna parasitária e alterações teciduais em peixes oriundos de pisciculturas com mono ou policultivo do médio Vale do Itajaí, SC

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2006-05-26

Orientador

Moraes, Flávio Ruas de

Coorientador

Pós-graduação

Aquicultura - FCAV

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Avaliou-se no presente trabalho, a fauna parasitária de Oreochromis niloticus, Cyprinus carpio, Hoplias malabaricus, Ictalurus punctatus, Rhandia quelen mantidos em monocultivo ou policultivo. Os peixes foram capturados entre setembro a dezembro de 2004, totalizando 43 peixes, sendo 23 de policultivo e 20 de monocultivo. Houve diferença significativa (P<0,05) na intensidade média e prevalência de monogenoidea, sendo, 196,45(55%) policultivo e 37,16(26%) em monocultivo. Os tricodinídeos apresentaram 136,66(60%) em policultivo e 63,0(13%) em monocultivo. A Lamproglena sp (Lernaiedae) com intensidade e prevalência de 3,14(35%) em policultivo, assim como Lernaea cyprinacea (copepoditos) intensidade e prevalência de 12,85(35%), respectivamente, também em policultivo. Nos mantidos em monocultivo houve relevante presença de Piscinoodinium pillulare, com diferença significativa (p<0,05), intensidade (63,7) e prevalência (43,5%).Um espécime de Lernaea cyprinacea adulta foi encontrado em policultivo e um Argulus sp em monocultivo. Registra-se pela primeira vez a análise comparativa da helmintofauna de peixes mantidos em monocultivo e policultivo da região do médio Vale do Itajaí, SC.

Resumo (inglês)

The parasitic fauna of the Oreochromis niloticus, Cyprinus carpio, Hoplias malabaricus, Ictalurus punctatus, Rhandia quelen kept in mono and polyculture ponds was evaluated.A total of 43 fishes were captured between september and dezember 2004, 23 from monoculture and 20 from a polyculture system.There was significant difference (P<0,05) in the average intensity and prevalence of the different parasites. For the fishes in the poly and monoculture system the respective values are: monogenoidea, 196,45(55%) and 37,16(26%); Tricodiníds, 136,66(60%) and 63,0(13%); Lamproglena sp. (Lernaiedae). Only in polyculture systems, Lamproglena sp. (Lernaiedae), 3,14(35%) and Lernae cyprinacea (copepoditos), 12,85 (35%) were found.The fishes kept in monoculture systems there was relevant presence of Piscinoodinium pillulare with significant difference (p<0,05), average intensity (63,0) and prevalence (43,5%).An adult specimen of Lernaea cyprinacea was found in the fish from the polyculture pond and one of Argulus sp in the monoculture one. It is reported for the first time the comparative analysis of parasitic fauna in fishes maintained in mono and polyculture ponds in the middle Itajai valley (Santa Catarina, Brazil).

Descrição

Idioma

Português

Como citar

FRANCISCO, Claire Juliana. Fauna parasitária e alterações teciduais em peixes oriundos de pisciculturas com mono ou policultivo do médio Vale do Itajaí, SC. 2006. 49 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Centro de Aqüicultura, 2006.