Interações da proteína Vip3Aa20, Diatraea saccharalis (Fabricius) e seus parasitóides, Cotesia flavipes (Cameron) e Trichogramma galloi Zucchi

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2011-03-11

Orientador

Fernandes, Odair Aparecido

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Entomologia Agrícola) - FCAV

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

O objetivo do presente estudo foi avaliar o efeito da proteína Vip3Aa20, originária da bactéria Bacillus thuringiensis Berliner, sobre a broca-do-colmo Diatraea saccharalis (Fabricius) e dois de seus parasitóides: o parasitóide larval Cotesia flavipes (Cameron) e o parasitóide de ovos Trichogramma galloi Zucchi. D. saccharalis mostrou-se suscetível à proteína, apresentando efeitos letais e subletais. Foram afetadas pela proteína as características mortalidade larval, duração do período larval, número de ínstares larvais e peso de larvas, enquanto que a mortalidade pupal e a duração do período pupal não foram afetadas e o peso de pupas apresentou resultados divergentes entre os bioensaios conduzidos. Para os parasitóides, avaliaram-se os efeitos da exposição direta (ingestão da proteína pelos adultos) e indireta (ingestão da proteína por D. saccharalis e posterior parasitismo). Em C. flavipes, não foram observados efeitos pela exposição direta, enquanto que na exposição indireta ocorreu efeito negativo sobre as características peso da massa de casulos e peso do adulto. Estes efeitos podem ser associados ao efeito mediado pelo hospedeiro. Em T. galloi, não foram observados efeitos da proteína Vip3Aa20 sobre os parasitóides, tanto na exposição direta como na indireta

Resumo (inglês)

The aim of this study was to evaluate the effect of Vip3Aa20 protein, originating from the Bacillus thuringiensis Berliner bacterium, on sugarcane borer Diatraea saccharalis (Fabricius) and two of its parasitoids: larval parasitoid Cotesia flavipes (Cameron) and egg parasitoid Trichogramma galloi Zucchi. D. saccharalis was susceptible to protein, with lethal and sublethal effects. Larval mortality, larval period, number of instars and larval weight were affected by the protein, while pupal mortality and pupal period were not affected and pupal weight presented discrepant results between bioassays conducted. For the parasitoids, direct (protein ingested by adults) and indirect (protein ingested by sugarcane borer with later parasitism) exposure were evaluated. In C. flavipes, no effects were observed by direct exposure, while in indirect exposure negative effects occurred on the cocoons weight and adult weight. These effects may be associated with the effect mediated by the host. No effects were verified on T. galloi when this species was direct or indirectly exposed to Vip3Aa20 protein

Descrição

Idioma

Português

Como citar

LOHMANN, Tiago Rodrigo. Interações da proteína Vip3Aa20, Diatraea saccharalis (Fabricius) e seus parasitóides, Cotesia flavipes (Cameron) e Trichogramma galloi Zucchi. 2011. iv, 77 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, 2011.

Itens relacionados