Siriboia ou tamburutaca (Crustacea: Stomatopoda): morfologia das garras raptoriais e sua relação com acidentes em humanos

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2020-02-18

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Os siriboias são crustáceos pertencentes à ordem Stomatopoda e conhecidos pelo segundo toracópode modificado em garra raptorial, capaz de golpear e quebrar conchas de moluscos, e capturar suas presas. Podem ser separados em dois grupos de acordo com a morfologia das garras: o grupo esmagador, que desfere golpes em sua presa similares a socos de alta potência, e o outro grupo, perfurador, que perfura a presa com as projeções pontiagudas localizadas no dáctilo, último segmento da garra. Existem frequentes relatos anedóticos sobre acidentes em humanos causados por esses crustáceos, mas as informações são imprecisas e muitas vezes o animal não é corretamente identificado pelas vítimas. Este estudo apresenta o relato de 23 pescadores de Ubatuba - São Paulo, que afirmam considerar o siriboia perigoso e que evitam contato direto por conhecerem o risco que o animal oferece, e que os acidentes costumam acontecer com pessoas pouco familiarizadas com o crustáceo. Inclui um relato de lesão causada pelo urópode, informação não documentada anteriormente, e quatro relatos documentados de lesões causadas pelas garras em seres humanos. O estudo resultou ainda em um material informativo sobre os siriboias e prevenção dos acidentes.
Siriboias are crustaceans belonging to the order Stomatopoda that are known for the second thoracopods modified to raptorial claws, capable of striking and breaking shells of molluscs and capturing their prey. They can be classified in two groups according to the morphology of the claws: the smasher group, which strikes its prey similar to high-powered punches, and the spearer, which pierces the prey with pointed projections located in the dactyl, last segment of the claw. There are frequent anedoctal reports of human injuries caused by these crustaceans, but the information is inaccurate and often the animal is not correctly identified by the victims. This study presents tertimony of 23 fishermen from Ubatuba - São Paulo, which claim to consider the siriboia as dangerous animals and avoid direct contact, due to know the risk offered. The injuries usually happen in people unfamiliar with the crustacean. It includes one report of an injury caused by the uropod, previously undocumented information, and four documented reports of human injuries caused by the claws. The study proposes informative material about the siriboias and the prevention of injuries.

Descrição

Palavras-chave

Tamburutaca, Crustáceos, Lacerações, Stomatopoda, Pescadores, Mantis shrimp, Lacerations, Fishermen, Crustaceans

Como citar