As 5 Valsas-Choro do período 1955-1960, para violão solo, de Theodoro Nogueira

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2021-08-10

Orientador

Caznok, Yara Borges

Coorientador

Pós-graduação

Música - IA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Este trabalho tem como objeto de estudo a coleção 5 Valsas-Choro do compositor paulista Ascendino Theodoro Nogueira (1913-2002). Propomos que este estudo revele elementos característicos da obra do compositor, por meio de uma análise musical que integre discussões estético-históricas, contexto social e biográfico do compositor, e questões que envolvem o repertório e a maleabilidade de uso do violão nos âmbitos: erudito e popular. Espera-se que este trabalho colabore com a absorção desse repertório pelo meio acadêmico, com a intenção de fomentar a curiosidade por parte da comunidade violonística. Para tanto, a análise está centrada sob o prisma da análise motívica, e nossos principais interlocutores são: Arnold Schoenberg (1967) e Rudolph Reti (1978). Depois da análise de cada uma das 5 Valsas-Choro, um olhar sobre o conjunto almeja a compreensão global do ciclo, unificando as peças em uma unidade, com vistas a um realce da ideia de ciclo. Como aspectos importantes, que incidem sobre nosso olhar analítico, procuramos apresentar uma abordagem histórica que observe as principais influências entre os meios erudito e popular, com enfoque na compreensão do gênero valsa-choro.

Resumo (inglês)

This work aims to study the collection of 5 Valsas-Choro written by the composer Ascendino Theodoro Nogueira (1913-2002), from São Paulo. We propose that this study reveals characteristic elements of the composer’s work using music analysis that integrates aesthetic-historical discussions, social and biographical context of the composer, and items involving repertoire and malleability when using the guitar in popular and classical scopes. It is expected that this work cooperates inserting this repertoire to the academia, with the objective of instigating curiosity from the guitar community. Therefore, the analysis is centered under the prism of motivic analysis, and the main interlocutors are Arnold Schoenberg (1967) and Rudolph Reti (1978). After the analysis of each Valsa-Choro, we look to the whole set, focusing on the general comprehension of the cycle, unifying the pieces in a unit, viewing the highlights on the idea of a cycle. On the point of important aspects that focus the analytic vision, we seek to present a historical approach that contemplates the principal influences between classical and popular spheres, focusing on comprehending the valsa-choro genre.

Descrição

Idioma

Português

Como citar