Observatório Virtual de Adaptação às Mudanças do Clima na Região Metropolitana da Baixada Santista

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2022-01-24

Orientador

Freitas, Débora Martins de
Shyton, Tatiane Gonçalves

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Ciências Biológicas - CLP

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Trabalho de conclusão de curso

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

Humanity has been increasingly concerned with methods to slow or stop the advance of the growing climate crisis. In recent decades, there has been an increase in the number of studies on adaptation to climate change, showing that the southern hemisphere will be the most affected. In the Paris Agreement, it has been established that global modifications should be made to reduce the advance of this imbalance. However, to reach this level, changes on a regional scale need to be carried out through public policies. Santos city is considered a pioneer in facing climate change, being an example to be followed on a national scale. Given this scenario, this study aims to gather relevant information about measures to adapt to climate change to provide a scientific basis and facilitate decision-making in the Baixada Santista Metropolitan Region (BSMR). Through increasing technological advances, solutions to complex problems are becoming increasingly viable with the method of “design thinking”, which consists of solving large-scale problems through creativity, innovation and strategy, making use of 5 phases, being them: discovery, interpretation, ideation, testing and evolution, to apply the methodology. Also using digital platforms. This work seeks to use this concept, seeking to idealize a digital platform that simplifies relevant information on adaptation to climate change. Through a virtual observatory that has an interactive map, containing relevant data about adaptation to climate change.

Resumo (português)

Com a crescente crise climática, os humanos têm se preocupado cada vez mais com soluções para diminuir ou parar esse avanço. Nas últimas décadas, houve aumento na quantidade de estudos de adaptação às mudanças climáticas, evidenciando que o hemisfério sul será o mais afetado por esta crise. No Acordo de Paris, foi estabelecido que mudanças de cunho global deveriam ser feitas para diminuir o avanço deste desequilíbrio. No entanto, para chegar a esse patamar, mudanças em escala local e regional precisam ser realizadas por meio de implementação de políticas públicas. A cidade de Santos é considerada pioneira no enfrentamento às mudanças do clima, sendo um exemplo a ser seguido em escala nacional. Diante desse panorama, o presente trabalho tem o intuito de reunir informações relevantes acerca de medidas de adaptação às mudanças do clima, a fim de fornecer embasamento científico e subsídios para a tomada de decisão na Região Metropolitana da Baixada Santista (RMBS). Através do crescente avanço tecnológico, soluções para problemas complexos estão se tornando cada vez mais viáveis com o método de “design thinking”, que consiste em resolver problemas de grande escala por meio da criatividade, inovação e estratégia, fazendo uso de 5 fases, sendo elas: de descoberta, de interpretação, de ideação, de teste e de evolução, para aplicar a metodologia. Também utilizando as plataformas digitais. Este trabalho procura usar esse conceito, procurando idealizar uma plataforma digital que simplifica informações relevantes sobre adaptação às mudanças climáticas. Por meio de um observatório virtual que possui um mapa interativo, contendo dados relevantes acerca da adaptação às mudanças do clima.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Itens relacionados