Literatura infantil e os estereótipos de gênero: um enfoque nos contos de fadas

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-12-08

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Considerando o cenário do sistema patriarcal e machista, tanto mulheres quanto homens sofrem negativamente com a discriminação de gênero. Desde a infância, as crianças são expostas a preconceitos, inclusive nos contos de fadas que permeiam suas vidas, em casa e na escola. Apesar da relevância dessas histórias para o desenvolvimento infantil, é crucial reconhecer que muitos contos de fadas frequentemente retratam personagens estereotipados, particularmente as figuras femininas. Esses estereótipos distorcidos são assimilados precocemente pelas crianças e podem influenciar seus conceitos e práticas sociais. Portanto, é vital abordar o tema, identificando e problematizando os contos de fadas que perpetuam esses estereótipos, buscando formas de reduzir sua disseminação equivocada e destacar narrativas conscientes e empoderadas. Por meio desta pesquisa bibliográfica, busca-se compreender a extensão dos estereótipos de gênero nestes contos e seu impacto nas percepções infantis dos papéis masculinos e femininos. A análise crítica dos conteúdos presentes nos contos é essencial para identificar os padrões preconceituosos e desvantajosos atribuídos às personagens femininas. Ao fazê-lo, os(as) educadores(as) podem promover uma abordagem mais equilibrada, estimulando a reflexão sobre as mensagens da literatura infantil e cultivando uma perspectiva inclusiva e igualitária das relações de gênero.
Considering the scenario of the patriarchal and sexist system, both women and men suffer negatively from gender discrimination. From childhood, children are exposed to prejudices, including in the fairy tales that permeate their lives, at home and at school. Despite the relevance of these stories for child development, it is crucial to recognize that many fairy tales often portray stereotyped characters, particularly female figures. These distorted stereotypes are absorbed early by children and can influence their concepts and social practices. Therefore, it is vital to address the issue by identifying and problematizing the fairy tales that perpetuate these stereotypes, seeking ways to reduce their misguided dissemination and highlight conscious and empowered narratives. Through this bibliographic research, we seek to understand the extent of gender stereotypes in these tales and their impact on children's perceptions of male and female roles. The critical analysis of the content present in the tales is essential to identify prejudiced and disadvantageous patterns attributed to female characters. By doing so, educators can promote a more balanced approach, encouraging reflection on the messages of children's literature and fostering an inclusive and equal perspective on gender relations.

Descrição

Palavras-chave

Contos de fada, Estereótipo, Gênero, Infância, Fairy tale, Stereotypes, Gender, Childhood

Como citar