Avaliação do substrato morfológico encontrado em acupontos do meridiano da bexiga urinária em tamanduá-bandeira (Myrmecophaga tridactila) : aspectos histológicos, radiográficos, ultrassonográficos e de impedância elétrica

Imagem de Miniatura

Data

2018-01-11

Autores

Marques, Gustavo de Calasans [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Este estudo teve por objetivo avaliar o substrato morfológico encontrado em regiões que correspondem à transposição de pontos de acupuntura ou acupuntos em sete tamanduás-bandeiras (Myrmecophaga tridactyla), quatro vivos e três cadáveres, por meio da radiografia digital, ultrassonografia, impedância elétrica e histologia. A radiografia foi realizada com objetivo de padronizar o número de vértebras torácicas e lombares encontradas neste animal. A impedância elétrica teve a finalidade de localizar o acuponto. As análises histológicas e ultrassonográficas foram utilizadas para caracterizar o substrato de um acuponto. Por transposição dos acupontos B-11, B-18, B-23, B-25 e B-28 reportados para os cães, escolheu-se regiões que correspondiam a esta transposição. O tamanduá-bandeira apresentou quinze vértebras torácicas, três lombares e cinco sacrais fusionadas formando o sacro. Os acupontos se caracterizam por abundante tecido conjuntivo em nível superficial e intermuscular, fáscias e, muitos feixes neurovasculares na camada dérmica, constituídos por nervos, artérias e veias de diversos calibres. Os espaços entre os nervos e vasos sanguíneos foram preenchidos por tecido conjuntivo frouxo contendo células adiposas, capilares e glândulas sudoríparas. Com base nos resultados deste estudo, é possível inferir que as regiões estudadas apresentam um substrato morfológico condizente com as características de um ponto de acupuntura. Assim, sugere-se que provavelmente, haja pontos de acupuntura nestas regiões no tamanduá-bandeira, o que torna factível o emprego da acupuntura na rotina clínica destes animais.
This study aimed to describe the morphological substrate found in regions that correspond to the transposition of acupuncture points in seven giant anteaters (Myrmecophaga tridactyla), through digital radiography, ultrasonography, electrical impedance and histology. The radiography was performed with the objective of standardizing the number of thoracic and lumbar vertebrae found in this animal. The electrical impedance had the purpose of locating the acupuncture points. Histological and ultrasonographic analyzes were used to characterize the substrate of acupuncture point. Regions were chosen by transposing the B-11, B-18, B-23, B-25 and B-28 acupuncture points reported for dogs. The giant anteater had fifteen thoracic vertebrae, three lumbar vertebrae and five sacral vertebrae fused in an single bone. The acupuncture points were characterized by abundant connective tissue at the superficial and intermuscular level, fascia, and many neurovascular bundles in the dermal layer, consisting of nerves, arteries and veins of various calibers. The spaces between the nerves and blood vessels were filled by loose connective tissue containing adipose cells, capillaries, and sweat glands. Based on the results of this study, it is possible to infer that the studied regions present a morphological substrate that is consistent with the characteristics of an acupuncture point. Thus, it is suggested that there are probably acupuncture points in these regions in the giant anteater, which makes possible the use of acupuncture in the clinical routine of these animals.

Descrição

Palavras-chave

animais selvagens, medicina tradicional chinesa, xenarthra, acupuntura

Como citar