Efeito de subdoses dos herbicidas clomazone e sulfentrazone em clones de E. grandis x E. urophylla

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2007-11-29

Orientador

Alves, Pedro Luís da Costa Aguiar
McNabb, Ken

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Produção Vegetal) - FCAV

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Este trabalho teve como objetivo estudar os efeitos de deriva dos herbicidas clomazone e sulfentrazone em dois clones comerciais de E. grandis x E. urophylla da Votorantim Celulose e Papel, Unidade Florestal. A pesquisa foi realizada em duas etapas. O Ensaio 1 foi o exploratório, para determinação da dose crítica dos herbicidas clomazone e sulfentrazone e, o Ensaio 2, o efeito das aplicações de subdoses destes herbicidas em plantas de eucalipto, determinadas previamente no Ensaio 1. A metodologia de plantio e condução do experimento foram semelhantes para os dois ensaios, sendo as mudas previamente selecionadas de dois clones (VCP1 e VCP2) e plantadas em vasos com capacidade para 5,0 L, preenchidos com Neossolo Quartzarênico. Ao redor de 80 dias após o plantio foi realizada a aplicação dos herbicidas. O delineamento experimental do Ensaio 1 utilizado para cada herbicida foi o de blocos casualizados com os tratamentos dispostos em esquema fatorial 2x9, com três repetições, onde constituíram como fatores principais dois clones de eucalipto expostos a oito doses do herbicida para o Ensaio 1. No caso do Ensaio 2 o delineamento experimental foi o mesmo, no entanto, no esquema fatorial de 2x8. A avaliação de ambos ensaios foram realizados 30 dias após a aplicação, e no caso do Ensaio 2 fez uma avaliação dos sintomas da aplicação dos herbicidas ao longo do experimento. O Ensaio 1 indicou como sendo as doses críticas entre 18 a 180 mL ha-1 e 22 a 220 mLha-1, para clomazone e sulfentrazone, respectivamente. Em função disso foi estabelecido as doses para o Ensaio 2, sendo para o herbicida clomazone de 0 a 2000 mL ha-1 e para o sulfentrazone de 0 a 1500 mL ha-1. No Ensaio 2 observou-se que a aplicação do clomazone resultou em folhas novas rosadas, amareladas e em alguns casos esbranquiçadas como um todo ou parte dela, e as nervuras mantiveram-se verdes...

Resumo (inglês)

This research aimed to develop accurate information about effects of unintentional drift of two herbicides drift (clomazone and sulfentrazone) on growth of two Votorantim Celulose e Papel Eucalyptus grandis x E. urophylla commercial clones. The first step of the project this research were carried out on two steps, being first the exploitore trial (Trial 1) reaching determined the critical doses of clomazone e sulfentrazone application under Eucalyptus. The second step (Trial 2) as being trial to evaluated the herbicides’ subdoses effects on Eucalyptus plants. Application rates of Trial 1 indicated doses ranging between 18 and 180 mL ha-1 to clomazone and 22 and 220 mL ha-1 to sulfentrazone, so we tested the sensitivity of Eucalyputs clonelets to critical, as being the critica. Through these results second research imposed to doses to clomazone ranging between 0 and 2000 mL ha-1 for clomazone, and 0 and 1500 mL ha-1 for sulfentrazone. One cutting of each clone were planted in 5.0 liter plastic pots filled with sandy soil. 80 days after planting the herbicides application were carried out. The treatments were applied to plots with a completely randomized blocks with 2x8 factorial design, replicated three times, using two hybrid Eucalyptus grandis x E. urophylla clones and eight herbicides doses. xi Visual herbicide injury evaluation and growth measurements were made 30 days after application. Clomazone drift application led to changes in Eucalyptus leaf color, typically exhibit in younger leaves yellowing, pinking and some cases whitening between leaves veins and older leaves turned strongly green and thicker. Growth parameters reduced between 13 and 57% when clomazone were applied. Critical doses to clomazone were 800 to 1200 mL ha-1, to clone VCP1 e VCP2, respectively. The symptoms of sulfentrazone treatment included speckling and spotting to younger and older leaves, usually there with were...(Complete abstract, click electronic access below)

Descrição

Idioma

Português

Como citar

TAKAHASHI, Ernesto Norio. Efeito de subdoses dos herbicidas clomazone e sulfentrazone em clones de E. grandis x E. urophylla. 2007. xiii, 54 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, 2007.

Itens relacionados