Qualidade da operação de semeadura de uma semeadora adubadora de plantio direto em função do tipo de martelete e velocidade de deslocamento

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2010

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

The current paper had as its objective to analyze the precision planter's operational performance according to five different displacement velocities and two types of jumpers for planting no-tillage corn. The utilized experimental delineation consisted of blocks at random with parcels subdivided in factorial scheme 2x5, two types of jumpers (4 and 5 staples) and five different displacement velocities (3.0; 4.5; 5.0; 7.0 e 9.0 km h-1) with four repetitions and by applying the average comparation test, as for the jumpers effects as for the displacement velocities effects, to the significance level of 5%. It was evaluated the data concerned to the longitudinal distribution of plants, average number of days for the emergence of seedlings, initial and final stand of plants, survival indices, mechanical harm on seeds, germination tests and grain production. It was also observed the planter displacement velocity effect of on variables as: longitudinal distribution of plants, average number of days for the emergence of seedlings, initial and final stand of plants, mechanical harm and yield. The survival indice of plants were high for all the studied velocities and jumpers. Among the studied velocities, the one of 5.0 km h-1 presented the highest yield to both types of jumpers.

Resumo (português)

O presente trabalho teve como objetivo analisar o desempenho operacional de uma semeadora-adubadora de plantio direto, em função de cinco velocidades de deslocamento e dois tipos de martelete, utilizada para a semeadura da cultura do milho. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso, com parcelas subdivididas, em esquema fatorial 2x5, sendo dois tipos de marteletes (4 e 5 dentes) e cinco velocidades de deslocamento (3,0; 4,5; 5,0; 7,0 e 9,0 km h-1) com quatro repetições, aplicando-se o teste de comparação de médias, tanto para os efeitos dos marteletes como para os efeitos das velocidades, ao nível de significância de 5%. Foram avaliados os dados referentes à distribuição longitudinal de plantas, número médio de dias para emergência de plântulas, estande inicial e final de plantas, índice de sobrevivência, danos mecânicos nas sementes, teste de germinação e produtividade de grãos. Foi constatado o efeito da velocidade de deslocamento nas variáveis: distribuição longitudinal de plantas, número médio de dias para emergência de plântulas, estande inicial e final de plantas, danificação mecânica e produtividade. O índice de sobrevivência de plantas de milho para todas as velocidades e marteletes estudados foi elevado. Entre as velocidades estudadas, a de 5,0 km h-1 foi a que apresentou a maior produtividade para ambos os marteletes.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Energia na Agricultura, v. 25, n. 1, p. 85-102, 2010.

Itens relacionados

Financiadores