Efeito da biomassa de espécie exótica (Brachiaria subquadripara (Trin.) Hitchc.) e nativa (Eichhornia azurea (SW. Kunth) sobre a estrutura da comunidade de macrófitas aquáticas

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2012-02-29

Orientador

Camargo, Antonio Fernando Monteiro

Coorientador

Pós-graduação

Ciências Biológicas (Biologia Vegetal) - IBRC

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

O estabelecimento, naturalização e expansão de espécies exóticas têm sido responsáveis por grandes mudanças na composição e estrutura dos ecossistemas naturais. Neste trabalho, testamos a hipótese de que a predominância e a biomassa de uma espécie exótica invasora alteram a estrutura da comunidade de macrófitas aquáticas de forma mais drástica que a predominância e biomassa de uma espécie nativa, reduzindo a riqueza funcional (RF), a riqueza de espécies (RE) e o índice de diversidade de Shannon (H’). O estudo foi realizado em rios da bacia hidrográfica do rio Itanhaém, litoral sul do Estado de São Paulo. A presença e a biomassa de macrófitas aquáticas foram obtidas por meio de quadrados coletados em bancos de macrófitas aquáticas com predominância de B. subquadripara, E. azurea ou ausência de predominância por essas espécies. Nossos resultados demonstram que áreas com predominância de B. subquadripara possuem número de espécies e grupos funcionais menores que os números encontrados nas áreas com predominância de E. azurea, ou sem predominância dessas espécies, e a predominância de E. azurea não interfere substancialmente na composição da comunidade de macrófitas aquáticas. O aumento de biomassa de B. subquadripara possui efeito negativo sobre a riqueza de espécies, riqueza funcional, índice de diversidade de Shannon e número de espécies emergentes, flutuantes livres, submersas enraizadas e epífitas, enquanto o aumento da biomassa E. azurea possui efeito positivo sobre o número de grupos funcionais na comunidade de macrófitas aquáticas e também sobre o número de espécies epífitas e submersas. Nossos resultados sugerem que o aumento da biomassa de B. subquadripara, espécie exótica invasora, assim como sua predominância, alteram a estrutura da comunidade de macrófitas aquáticas de forma mais drástica que o aumento da biomassa e predominância de E. azurea, espécie nativa, reduzindo

Resumo (inglês)

The establishment, naturalization and spread of exotic species have been responsible for major changes in the composition and structure of natural ecosystems. In this study, we tested the hypothesis that the prevalence and biomass of an invasive exotic species alter the structure of aquatic macrophyte communities in a more drastic than the dominance and biomass of native species, reducing the functional richness (FR), the wealth of species (RE) and Shannon diversity index (H '). The study was conducted in the river basin of the river Itanhaém, southern coast of São Paulo. The presence and biomass of aquatic macrophytes were obtained by means of squares collected in aquatic macrophytes with predominance of B. subquadripara, E. azurea or absence of both species. Our results show that areas with predominance of B. subquadripara number of species had a lower functional groups and than the numbers found in areas with a predominance of E. azurea, or without predominance of these species, and the prevalence of E. azurea does not interfere substantially in the community composition of aquatic macrophytes. The increase of biomass B. subquadripara had a negative effect on species richness, functional richness, Shannon diversity index and number of species emerging, free-floating, submerged rooted and epiphytes, while the increase in biomass E. azurea had positive effect on the number of functional groups in the community of aquatic macrophytes and also on the number of epiphytic species and submerged. Our results suggest that the increased biomass B. subquadripara, invasive alien species, as well as its predominance, alter the structure of aquatic macrophyte communities in a more drastic increase than the biomass and prevalence of E. azurea, native species, reducing the number of species and biological types of macrophytes in the littoral zones of rivers

Descrição

Idioma

Português

Como citar

AMORIM, Sara Regina de. Efeito da biomassa de espécie exótica (Brachiaria subquadripara (Trin.) Hitchc.) e nativa (Eichhornia azurea (SW. Kunth) sobre a estrutura da comunidade de macrófitas aquáticas. 2012. 45 f. Dissertação - (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências de Rio Claro, 2012.