Aplicação do instrumento HAT-QoL para análise da qualidade de vida de mulheres com infecção pelo HIV, ou com AIDS e sua correlação com variáveis sócio-demográficas, epidemiológicas e clínicas

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2002

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A AIDS caracterizou-se como a mais importante doença no final do século XX. Indicadores epidemiológicos mostram que a AIDS tem comprometido cada vez mais as mulheres, por apresentarem fatores biológicos e sociais que as tornam mais suscetíveis ao risco da contaminação. Os avanços científicos têm proporcionado aumento da expectativa de vida dos portadores, devido à utilização de terapias mais adequadas, assim, a qualidade de vida tem sido uma preocupação freqüente entre os contaminados. Este estudo teve como objetivos avaliar, entre mulheres com infecção pelo HIV: as características sócio-demográficas, epidemiológicas e clínicas, a qualidade de vida por meio da escala HAT-QoL, e a influência das variáveis sócio-demográficas, epidemiológicas e clínicas na qualidade de vida. Para avaliação da qualidade de vida, utilizou-se um instrumento denominado HAT-QoL, desenvolvido para portadores do HIV, que apresenta 42 questões, em nove domínios: atividades gerais, atividade sexual, preocupação com o sigilo sobre a infecção, preocupação com a saúde, preocupação financeira, satisfação com a vida, questões relativas à medicação e confiança no médico. Estudaram-se 73 mulheres com infecção pelo HIV, de dezembro de 2000 a abril de 2001, que realizavam seguimento no Ambulatório Especial de Moléstias Infecciosas e Parasitárias, do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu-SP. A maioria tinha idade inferior a 39 anos, era de mulheres casada, de donas de casa, e era composta por mulheres que freqüentaram escola por período menor ou igual a oito anos, e que foram quase exclusivamente contaminadas por relação heterossexual. Entre elas, 50,7% tinham aids, as demais infecção pelo HIV. Grande parcela era procedente de municípios com menos de 100.000 habitantes, e sobrevivia com menos...
AIDS represents the most important disease of the end of the 20th century. Epidemiological indicators show that AIDS has been increasingly involving women since they present biological and social factors that render them more susceptible to the risk of contamination. Scientific advances have led to an increased life expectancy for infected patients because of the use of more adequate treatment, so that the quality of life has been a frequent preoccupation among contaminated subjects. The objective of the present study was to assess HIV-infected women in terms of their sociodemographic, epidemiological and clinical characteristics, their quality of life using the HAT-QoL scale, and the influence of the above characteristics on their quality of life. To assess quality of life, we used the instrument denoted HAT-QoL, developed for HIV-infected subjects, which consists of 42 questions divided into nine domains: general activities, sexual activity, preoccupation with secrecy about the infection, preoccupation with health, financial worries, satisfaction with life, questions concerning medication, and trusting one’s physician. The study was conducted on 73 HIV-infected women followed up at the Special Infectious and Parasitic Diseases Outpatient Clinic of the University Hospital, Faculty of Medicine of Botucatu, SP. Most women were younger than 39 years, were housewives, had eight years of schooling or less, and had been almost exclusively contaminated through a heterosexual relation. Of these, 50.7% had AIDS, and the remaining ones were infected with HIV. A large proportion came from municipalities with less than 100,000 inhabitants and survived on less than a minimum wage (R$ 151.00 at the time of the study). Approximately 50% of the women had been aware of their disease for at least four years and 83.6% were taking antiretroviral... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Palavras-chave

Infecções pelo HIV - Qualidade de vida, AIDS - Mulheres, Mulheres - Infecção pelo HIV, HIV - Women

Como citar

GALVÃO, Marli Teresinha Gimeniz. Aplicação do instrumento HAT-QoL para análise da qualidade de vida de mulheres com infecção pelo HIV, ou com AIDS e sua correlação com variáveis sócio-demográficas, epidemiológicas e clínicas. 2002. 144 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Medicina de Botucatu, 2002.