O Brasil no global innovation index 2012: aprofundando o entendimento dos resultados

Nenhuma Miniatura disponível

Data

2013

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso restrito

Resumo

Este artigo analisa em detalhes os indicadores e resultado obtidos pelo Brasil na edição 2012 do Global Innovation Index (GII) [1], um dos mais importantes estudos sobre Competitividade de Países. Esta análise, por si só, pode ser útil para os interessados no Brasil e nos estudos sobre Competitividade, mas ele também demonstra que existem fatores de influência, ou influenciadores, que precisam ser considerados juntamente com a análise dos resultados dos países. Estes influenciadores, como as mudanças metodológicas, a latência dos dados, o intervalo de confiança e evolução da economia do país; ajudam a explicar os resultados negativos ou positivos do país, de um ano para outro, demonstrando os cuidados que precisam ser tomados na interpretação dos estudos de competividade. Neste artigo, evitamos traduzir a descrição do nome dos indicadores para facilitar o entendimento.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Revista Iberoamericana de Sistemas, Cibernética e Informática, v. 10, n. 2, p. 33-37, 2013.

Financiadores