Heterogeneidade no crescimento da PTF segundo tamanho de estabelecimentos rurais da região Sudeste, 1985 a 2006

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2017-02-21

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O objetivo deste estudo é medir o crescimento da produtividade total dos fatores (PTF) segundo o tamanho dos estabelecimentos agropecuários na região Sudeste entre os Censos Agropecuários de 1985, 1995/96 e 2006, assim como decompor a mudança da PTF em dois componentes, mudança tecnológica e mudança na eficiência técnica. Este objetivo está fundamentado nas hipóteses de que exista heterogeneidade no crescimento da PTF segundo o tamanho dos estabelecimentos, e que distintas fontes expliquem essa heterogeneidade. A metodologia está baseada na análise de fronteira estocástica de produção. Os dados são representativos para os municípios da macrorregião, considerando cinco classes de área: 0-5 ha, 5-20 ha, 20-100 ha, 100-500 ha, 500 e mais ha. Observou-se crescimento da PTF para a região Sudeste. A decomposição deste crescimento apontou a mudança tecnológica como a principal fonte de ganho de produtividade. A mudança na eficiência técnica foi negativa. O crescimento da PTF entre os tamanhos de estabelecimentos e entre as unidades da federação da região Sudeste foi heterogêneo. Os maiores estabelecimentos, 100-500 ha e 500 e mais ha, alcançaram maior crescimento da PTF do que os estabelecimentos das três primeiras classes de área, 0-5 ha, 5-20 ha e 20-100 ha. Para as unidades da federação, notou-se que a PTF do estabelecimento de São Paulo cresceu relativamente mais rápido.
The aim of this paper is to measure the total factor productivity (TFP) growth by farm size in Southeast, from the 1985, 1995/96 and 2006 Agricultural Census, as well as to decompose TFP change into two components, technical change and technical efficiency change. This aim is based on the hypothesis that there is heterogeneity in TFP growth by farm size, and that different sources explain such heterogeneity. The methodology is based on stochastic frontier analysis. The data are aggregated at the municipality level into five size classes: 0-5 ha, 5-20 ha, ha 20-100, 100-500 ha, greater than 500 ha. It was observed productivity growth in Southeast. The decomposition of this growth showed to technical change as the main source of productivity gain. The technical efficiency change was negative. This growth was heterogeneous among size class and among states of the Southeast region. The largest farms, 100-500 ha and greater than 500 ha, achieved higher TFP growth than the first three size classes, 0-5 ha, 5-20 ha and 20-100 ha. Among states, it was noticed that the TFP in São Paulo farm grew relatively faster.

Descrição

Palavras-chave

Tamanho do estabelecimento, Fronteira estocástica, Eficiência técnica, Farm size, Stochastic frontier analysis, Technical efficiency

Como citar