Elementos territoriais estratégicos à aquisição de cana-de-açúcar por usinas sucroalcooleiras do estado de São Paulo

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2022-02-10

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O principal estado produtor do setor sucroalcooleiro, no Brasil, é São Paulo que se expande, sobretudo, a partir do século XX, com o deslocamento geográfico de usinas da região Nordeste para a Região Sudeste, em consonância com as Políticas de Estado e características territoriais. Tendo isso como premissa, tem-se como tese para este trabalho que as condições de localização geográfica, o período de existência da atividade canavieira e a concorrência de mercado dimensionam a importância dos elementos territoriais à aquisição de cana-de-açúcar por usinas sucroalcooleiras do estado de São Paulo e, portanto, seu território. Para tal, tem-se como objetivo identificar e analisar os atributos e características territoriais vistos como importantes para as usinas sucroalcooleiras do estado de São Paulo, selecionando-as a partir de localização geográfica, condição histórica e concorrência de mercado distintas. O aporte teórico utilizado priorizou: território, a partir de autores como Ratzel (2001), Raffestin (1993) e Souza, J. (2009), que o definem via relações de poder e vantagens (diferenciadoras e competitivas); recursos e ativos e fatores básicos, adiantados, generalizados, especializados, herdados e criados, expressos no território, segundo Benko (2001, 2002, 2009), Pecqueur (2005, 2009), Benko e Pecqueur (2001) e Porter (1999). Para a revisão sobre o setor sucroalcooleiro, fez-se levantamento setorial em capítulos de livros, artigos, teses e dissertações, bem como coleta de dados secundários na base de informações da UNICA, IBGE - PAM, NOVA CANA, MIDIC. A coleta dos dados primários foi realizada com dois grupos de agentes do setor sucroalcooleiro: a) Organização representante das usinas; b) Usinas localizadas no estado de São Paulo em regiões distintas. A amostragem considerou 2 usinas por classes e regionalização (região tradicional e região recente de alta disputa por terras para cana-de-açúcar e região tradicional e região recente de baixa disputa por terras para cana-de-açúcar), compondo uma amostra de oito usinas. A partir dessa coleta e análise dos dados, observa-se que o estado de São Paulo apresenta um rol de vantagens e primazia para a continuidade e expansão do setor sucroalcooleiro, devido: condição de fatores (genéricos, específicos, básicos e herdados, adiantados e especializados e criados); demanda do mercado consumidor local; instituições e setores correlatos/apoio; e do contexto de estratégias/estrutura/rivalidade das empresas, que favorecem a competitividade. As usinas sucroalcooleiras, para a etapa de aquisição de cana-de-açúcar, consideram atributos de alto índice de relevância, que são ativos específicos particulares a uma forma de utilização e estratégicos para a criação e manutenção de vantagem competitivas. Esses são aqui denominados nesta tese de elementos territoriais, que são fatores básicos/ herdados da natureza (clima, solo, topografia e localização) e fatores especializados (mão-de-obra qualificada). Ao se considerar a região tradicional de alta disputa têm-se como principais elementos territoriais a propriedade rural, localização/distância e topografia, enquanto para a região tradicional de baixa disputa destaca-se clima, mão-de-obra, solo e topografia e, por fim, para as regiões recentes de alta e baixa disputa há o clima, solo e topografia. Os elementos da natureza, em confluência com os institucionais e organizacionais, alcançados e mantidos ao longo do tempo, formam no estado de São Paulo um território sucroalcooleiro com atributos geográficos, econômicos e de poder importantes para a vantagem no setor tanto no país como no mundo. No entanto constata-se, por sua vez, que apesar do discurso dos representantes agrícolas das usinas sucroalcooleiras pesquisadas, destaca-se para além dos fatores naturais, o papel do Estado que foi e continua sendo agente e fator viabilizador da permanência da importância significativa da cultura agrícola, das usinas e do setor sucroalcooleiro como um todo, nas terras paulistas. Assim no território agrário do estado de São Paulo há uma confluência entre os fatores naturais, fatores de infraestrutura, com os interesses privados e públicos ratificando a expansão e permanência do setor sucroalcooleiro e das usinas com suas estratégias de aquisição de cana-de-açúcar pelo território paulista.
The main producing state of sugar and ethanol, in Brazil, is São Paulo, which expands, mainly, from the 20th century, with the geographic movement of plants from the Northeast region to the Southeast region, in line with State Policies and territorial characteristics. Taking this into account, the thesis for this paper consists of how the condition of geographic location, the period of existence of the sugarcane activity and the market competition show the importance of territorial elements to the acquisition of sugarcane by sugar and alcohol plants in the state of São Paulo and, therefore, its territory. To this end, the objective is to identify and analyze the attributes and territorial characteristics as important for the sugar and alcohol plants in the state of São Paulo, selecting them from different geographic location, historical condition and market competition. The theoretical contribution prioritized: territory, based on authors such as Ratzel (2001), Raffestin (1993) and Souza, J. (2009), who define it via power relations and advantages; resources, basics, advanced, generalized, specialized and inherited factors, expressed in the territory, according to Benko (2001, 2002, 2009), Pecqueur (2005, 2009), Benko and Porcqueur (2001). For the review of the sugar and alcohol sector, a sectoral survey was carried out in book chapters, articles, theses and dissertations, as well as secondary data collection in the information base of UNICA, IBGE – PAM, NOVA CANA, MIDIC. The collection of primary data was carried out with two groups of agents from the sugar and alcohol sector: a) Organization representing the plants; b) Plants located in the state of São Paulo in different regions. The sampling considered 2 plants by class and regionalization (traditional region and recent region of high dispute for lands for sugarcane and traditional region and recent region of low dispute for land for sugarcane), composing a sample of eight plants. From this collection and analysis of data, it is observed that the state of São Paulo has a list of advantages for the continuity and expansion of the sugar and ethanol sector, due to: condition of factors (generic, specific, basic and inherited, advanced and specialized and created); local consumer market demand; related institutions and sectors; and the context of strategies/structure/rivalry of plants, which favor competitiveness. Sugarcane plants, for the sugarcane acquisition stage, consider attributes of high relevance, which are specific factors used in a specific way and strategic for the creation and maintenance of competitive advantage. These are called territorial elements in this thesis, which are basic/inherited from nature (climate, soil, topography and location) and specialized factors (skilled labor). When considering the traditional region of high dispute, the main territorial elements are rural property, location/distance and topography, while for the traditional region of low dispute, climate, labor, soil and topography stand out and, finally, for the recent regions of high and low dispute there is the climate, soil and topography. The nature elements, along with institutional and organizational ones, achieved and maintained over time, create in the state of São Paulo a sugar and alcohol territory with important geographic, economic and power attributes for the advantage in the sector, both in the country and in the world. However, it can be seen that from what was pointed out by the agricultural representatives of the sugar and alcohol plants surveyed, it stands out, in addition to natural factors, the role of the State was and continues to be, an important factor for the permanence of the significant agricultural culture, plants and of the sugar and alcohol sector in São Paulo. Thus, in the agrarian territory of the state of São Paulo, there is a confluence between the natural factors, of infrastructure with those of private and public interests, ratifying the expansion and permanence of the sugar and alcohol sector and the plants with their strategies for acquiring sugarcane throughout the territory of São Paulo.

Descrição

Palavras-chave

Setor sucroalcooleiro, Estado de São Paulo, Elementos do território, Sugar and alcohol sector, State of São Paulo, Territory elements

Como citar