Avaliação da atividade de antifúngicos contra leveduras isoladas de ninhos de formigas Acromyrmex balzani

dc.contributor.advisorPagnocca, Fernando Carlos [UNESP]
dc.contributor.authorAlmeida, Daniela Tura de [UNESP]
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.date.accessioned2016-01-13T13:26:11Z
dc.date.available2016-01-13T13:26:11Z
dc.date.issued2015
dc.description.abstractAo longo das ultimas décadas, a frequência de micoses oportunistas e invasoras tem aumentado significativamente e atingem principalmente indivíduos imunocomprometidos. As leveduras estão entre os mais importantes fungos causadores de doenças. Os testes para análise da sensibilidade de leveduras aos antifúngicos são amplamente utilizados, especialmente na clínica médica; porém, o conhecimento sobre a ocorrência de resistência aos antifúngicos, principalmente para isolados de ambientes naturais ainda são escassos. A tribo Attini possui cerca de 230 espécies de formigas e todas possuem o hábito de cultivar e se alimentar de fungos. Neste trabalho isolamos 50 leveduras de ninhos das formigas Acromyrmex balzani da região de Palmas (TO) e analisamos a suscetibilidade aos seguintes antifúngicos: anfotericina B, fluconazol, voriconazol, posaconazol, itraconazol e caspofungina. A caracterização dos isolados foi feita através de métodos morfológicos e moleculares, incluindo o sequenciamento dos domínios D1/D2 do rDNA. A avaliação da atividade antifúngica foi realizada através do método de microdiluição, de acordo com a norma M27-A2. Candida parapsilosis ATCC 22019 e Candida krusei ATCC 6258 foram utilizadas como controle. Os resultados foram interpretados segundo os pontos de corte (breakpoints) aplicados ao gênero Candida. Os isolados foram identificados como: Candida albicans (9), Candida cellae (4), Candida infanticola (2), Candida tropicalis (3), Brettanomyces naardenensis (2), Cryptococcus sp. (1), Kasachstania unispora (2), Meyerozyma caribbica (10), Meyerozyma guilliermondii (3), Trichosporon asahii (7), Trichosporon loubieri (1) e Trichosporon mycotoxinivorans (6). Dos 50 isolados testados, 68% (29) apresentaram alguma forma de não suscetíbilidade à pelo menos um antifúngico. Dois isolados de C. albicans (4%) e os seis isolados de T. mycotoxinivorans (12%) apresentaram resistência a anfotericina B. Também...pt
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
dc.format.extent48 f.
dc.identifier.aleph000857195
dc.identifier.citationALMEIDA, Daniela Tura de. Avaliação da atividade de antifúngicos contra leveduras isoladas de ninhos de formigas Acromyrmex balzani. 2015. 48 f. Trabalho de conclusão de curso (bacharelado e licenciatura - Ciências Biológicas) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências de Rio Claro, 2015.
dc.identifier.filehttp://www.athena.biblioteca.unesp.br/exlibris/bd/capelo/2016-01-11/000857195.pdf
dc.identifier.lattes8302605179522059
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/132444
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.sourceAleph
dc.subjectMicro-organismospt
dc.subjectLevedospt
dc.subjectFormigapt
dc.subjectAntimicóticospt
dc.titleAvaliação da atividade de antifúngicos contra leveduras isoladas de ninhos de formigas Acromyrmex balzanipt
dc.typeTrabalho de conclusão de curso
unesp.advisor.lattes8302605179522059
unesp.advisor.orcid0000-0002-5026-1933
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Instituto de Biociências, Rio Claropt
unesp.undergraduateCiências Biológicas - IBRCpt

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
000857195.pdf
Tamanho:
839.77 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format