O cromossomo Y na raça Chianina no Brasil

Nenhuma Miniatura disponível

Data

2000-01-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade de São Paulo (USP), Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ)

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Foram cariotipados 95 touros puros de origem, da raça Chianina, ditribuidos em 19 empresas pastoris, em 5 estados brasileiros. O objetivo foi investigar a incidência de indivíduos portadores de cromossomo Y acrocêntrico, típico das raças de Bos taurus indicus, face às especulações de que as raças indianas poderiam ter contribuido para a formação do Chianina. Todos os indivíduos avaliados mostraram o cromossomo Y de Bos taurrus taurus. O índice centromérico obtido foi de 43,91%, o que permitiu classificar o centrômero deste cromossomo como localizado na região mediana. Foram avaliados também 29 touros com o objetivo de verificar a presença do polimorfismo intraracial do cromossomo Y. O índice centromérico e o tamanho relativo do Y foi determinado. O tamanho do cromossomo X serviu como base para estimar o tamano relativo do Y. A análise de variância mostrou diferenças entre touros apenas no tamanho relativo do Y, sendo que o índice centromérico não difereiu entre os mesmos. Concluimos que este polimorfismo indica que a raça Chianina pode ter recebido contribuição de outras raças em passado remoto ou pode também indicar a possibilidade de cruzamentos mais recentes.

Resumo (inglês)

There were studied the karyotypes of 95 purebred Chianina bulls, distributed among 19 cattle farms in five Brazilian states. The objective was to investigate the incidence of individuals carring an acrocentric Y chromosome, typical of Bos taurus indicus breeds, in view of speculations that Indian breeds might have contributed to the formation of Chianina. All individual showed the Bos taurus taurus Y chromosome. The centromeric index obtained was 43.91%, which allowed us to classify the centromere of this chromosome as medially located. There were also studied 29 purebred Chianina bulls with the objective of verifying the presence of intraracial polymorphism at the Y chromosome. The centromeric index and relative size of the Y chromosome were determined. The lenght of the X chromosome served as a basis for estimating the relative size of Y. Analysis of variance showed differences among bulls only in the relative size of Y, no differences being detected in the centromeric index. We conclude that this polymorphism indicates the Chianina breed may have received contributions from other breeds in the remote past, or it may also indicate the possibility of more recent crosses.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia / Universidade de São Paulo, v. 37, n. 3, p. 00-00, 2000.

Itens relacionados

Financiadores