Crescimento e produtividade de cana-de-açúcar em função da disponibilidade hídrica dos Tabuleiros Costeiros de Alagoas

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2013

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Instituto Agronômico de Campinas

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

The aim of this study was to evaluate the interaction among meteorological variables and yield components of six sugarcane varieties and to establish appropriate varietal management at the Coastal Tablelands of the Alagoas State (Brazil). The sugarcane planting was carried out in September 2005, and three cane harvests were made in November 2006, 2007 and 2008. The experimental design was in randomized block with six treatments consisting of the varieties RB863129, RB867515, RB92579, RB93509, RB931003 and RB951541, with four replications. The growth variables evaluated were number and length of stalks, leaf area index, and productivity of stalks and sugar. On average, the crop water balance showed water deficit of 869 mm between September and March and excess of 837 mm from April to August. The irregularity of rainfall in the Coastal Tablelands promoted differential responses in the development and productivity of varieties of sugarcane. Varieties RB93509 and RB931003 are considered options for the varietal management in this region.

Resumo (português)

O objetivo deste trabalho foi avaliar as interações entre variáveis meteorológicas e os componentes de produção e produtividade de seis variedades de cana-de-açúcar nos Tabuleiros Costeiros de Alagoas visando o manejo varietal adequado. O plantio da cana-de-açúcar foi realizado em setembro de 2005 na região de Rio Largo (AL) e as três colheitas foram feitas em novembro de 2006, novembro de 2007 e novembro de 2008. O delineamento estatístico utilizado foi o de blocos casualizados com o tratamento constituído pelas variedades RB863129, RB867515, RB92579, RB93509, RB931003 e RB951541, com quatro repetições. As variáveis de crescimento avaliadas foram número, comprimento e produtividade dos colmos, índice de área foliar e produtividade de açúcar. O balanço hídrico da cultura em média apresentou déficit hídrico de 869 mm nos meses de setembro a março e excesso hídrico de 837 mm nos meses de abril a agosto. A irregularidade das precipitações nos Tabuleiros Costeiros de Alagoas promove respostas diferenciais no desenvolvimento e na produtividade das variedades de cana-de-açúcar nos diferentes ciclos de cultivo. As variedades RB93509 e RB931003 são consideradas as melhores opções para o manejo varietal nessa região.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Bragantia. Instituto Agronômico de Campinas, v. 72, n. 3, p. 262-270, 2013.

Itens relacionados

Financiadores