Efeito da aplicação diurna e noturna de glufosinate no acúmulo de amônia, taxa de transporte de elétrons e controle de plantas daninhas

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2018-10-19

Orientador

Carbonari, Caio Antonia

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Proteção de Plantas) - FCA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

As plantas daninhas causam grandes perdas de produtividade nas culturas devido à competição imposta por estas espécies. Para controlar tais espécies, é necessário adotar práticas efetivas de manejo. O glufosinate, é um herbicida aplicado em pós emergência, com amplo espectro de controle em planta daninhas, podendo ser utilizado como uma alternativa viável por apresentar diferente mecanismo de ação. Estudos de efeito de glufosinate em aplicação diurna e noturna são importantes, para verificar se existe diferença em seu comportamento em função do horário de aplicação. Neste trabalho, as plantas daninhas Digitaria insularis, Lolium multiflorum e Eleusine indica, Ipomoea grandifolia e Euphorbia heterophylla foram submetidas a aplicação diurna e noturna de glufosinate para verificar os seus efeitos no acúmulo de amônia, taxa de transporte de elétrons (ETR) e controle desta espécies. Para atingir estes objetivos a tese foi dividida em 3 capítulos: (1) Efeitos da aplicação diurna e noturna e glufosinate no acúmulo de amônia, taxa de transporte de elétrons e controle das plantas daninhas Digitaria insularis, Lolium multiflorum e Eleusine indica; (2) Efeitos da aplicação diurna e noturna de glufosinate em no acúmulo de amônia, taxa de transporte de elétrons e controle de Euphorbia heterophylla e Ipomoea grandifolia; (3) Efeito de glufosinate no acúmulo de amônia em plantas daninhas aplicadas em diferentes condições de luz e formulações do herbicida, e a velocidade de resposta à ETR. As aplicações diurnas e noturnas de glufosinate geraram acúmulo de amônia diretamente proporcional à dose utilizada. A aplicação noturna de glufosinate, em plantas daninhas mantidas no escuro, não proporcionou aumento no teor de amônia. A ETR avaliada 12 horas após a aplicação (HAA) de glufosinate realizada às 7:30 h, foi reduzida; enquanto que para o mesmo período de tempo, após aplicação realizada às 19:30 h, não houve redução. Entretanto, 24 HAA, os resultados foram semelhantes, independente do horário do tratamento. As avaliações de ETR realizadas minutos após a aplicação de glufosinate, demonstraram que a ação desse herbicida reduz rapidamente a ETR. A aplicação do glufosinate proporcionou o controle eficiente das plantas daninhas, resultando em redução da massa seca de todas as espécies avaliadas. O acúmulo crescente da amônia foi inversamente proporcional à ETR, portanto, a ETR tem potencial para caracterizar a inibição da glutamina sintetase. A aplicação diurna e noturna do glufosinato apresentou controle eficiente, independente do tempo de tratamento. Estes resultados sugerem que a aplicação diurna e noturna pode ser utilizada para o controle de Digitaria insularis, Lolium multiflorum e Eleusine indica em estágio inicial.

Resumo (português)

The weeds cause great losses of productivity in the crops due to the competition imposed imposed by these species. To control such species, it is necessary to adopt effective management practices. Glufosinate is a non-seletive herbicide applied post-emergence, with a broad spectrum of weed control, and can be used as a viable alternative for presenting different mode of action. Glufosinate effects studies in day and night application are important, to verify if there is a difference in their behavior depending on the application time. In this study, Digitaria insularis, Lolium multiflorum, Eleusine indica, Ipomoea grandifolia and Euphorbia heterophylla were submitted to day and night application of glufosinate to verify their effects on the ammonia accumulation, electron transport rate (ETR) and weed control. To achieve these goals the thesis was divided into 3 chapters: (1) Effects of day and night glufosiante application on ammonia accumulation, electron transport rates and weed control of Digitaria insularis, Lolium multiflorum and Eleusine indica; (2) Effects of day and night glufosiante application on ammonia accumulation, electron transport rates and weed control of Euphorbia heterophylla and Ipomoea grandifolia; (3) Effect of glufosinate on ammonia accumulation in applied weeds in diferente conditions of light and herbicide formulations, and the reponse of ETR. The day and night application of glufosinate generated ammonia accumulation directly porportional to the dose used. The night application of glufosinate on weeds kept in the dark not increase the ammonia content. The ETR evaluated 12 hours after The ETR evaluated 12 hours after application (HAA) of glufosiante performed at 7:30 a.m, was reduced; while, for the same period of time, after application at 7:30 p.m., there was not reduction. However, 24 HAA the results were similar, regardless of the treatment time. The ETR evaluations performed minutes after glufosinate application, demonstrated that the herbicide reduces the ETR rapidly. The glufosinate application provided efficient weed control resulting in dry mass reduction of all evaluated species. The increasing ammonia accumulation was inversely proportional to ETR; thus ETR has potential to characterize glutamine synthetase inhibition. The day and night time application of glufosinate presented efficient control, regardless of the treatment timing. These results suggest that day and night time application can be used to control Digitaria insularis, Lolium multiflorum, and Eleusine indica in early stage.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Itens relacionados