Fertilização de liberação controlada no crescimento de mudas de Psidium cattleianum Sabine

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-06-29

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A produção de mudas de espécies florestais é essencial para a restauração de áreas degradadas e desmatadas, bem como na recuperação de ecossistemas naturais. Contudo, para obter mudas de qualidade é necessário garantir uma nutrição adequada que estimule o seu maior crescimento, e para isso, é fundamental o uso de dosagens corretas de fertilizantes. O objetivo do presente trabalho foi testar doses crescentes de fertilizante de liberação controlada, com tempo de liberação dos nutrientes de 4 meses, para a produção de mudas de Psidium cattleianum, cultivadas em tubetes. O estudo foi desenvolvido no viveiro de mudas florestais pertencente à Faculdade de Ciências Agrárias do Vale do Ribeira - Unesp. O experimento seguiu o delineamento inteiramente casualizado com cinco doses do fertilizante Basacote® 16-08-12 (0; 2,5; 5,0; 7,5 e 10 g L-1), contendo quatro repetições de 15 plantas cada, totalizando 300 plantas. Aos 120 dias, foram avaliados os seguintes parâmetros: altura da parte aérea, diâmetro do coleto, índice de clorofila, massa seca aérea, radicular e total, e calculadas as relações de altura/diâmetro do coleto, altura/massa seca aérea, massa seca aérea/massa seca radicular e Índice de qualidade de Dickson. Após, os dados foram submetidos à análise de variância pelo teste F (P<0,05) e análise de regressão pelo software estatístico Sisvar. Para altura, diâmetro do coleto, massas secas aérea, radicular e total, relação altura/matéria seca aérea, relação massa seca aérea/massa seca raiz e Índice de qualidade de Dickson, os resultados apresentaram maiores incrementos e comportamento linear crescente em função do aumento das doses do fertilizante de liberação controlada. No entanto, a variável teor de clorofila e a relação altura/diâmetro do coleto, não mostraram efeito significativo (P<0,05). Concluiu-se que, dosagens de 10,0 g L-1 do fertilizante produzem mudas de Psidium cattleianum em um menor tempo de produção (120 dias), onde as plantas apresentaram maiores incrementos em altura da parte aérea, diâmetro do coleto, massas secas e Índice de qualidade de Dickson. Em relação a termos de padrão de qualidade, as plantas apresentaram melhores condições nas relações altura/massa seca aérea (H/MSPA) e massa seca aérea/massa seca radicular (MSPA/MSR) na dosagem 7,5 g L-1 do fertilizante. Portanto, a dosagem adequada pode variar entre 7,5 e 10,0 g L-1, dependendo das prioridades do viveirista.
The production of seedlings of forest species is essential for the restoration of degraded and deforested areas, as well as the recovery of natural ecosystems. However, in order to obtain quality seedlings, it is necessary to ensure adequate nutrition that stimulates greater growth, and for this, the use of correct dosages of fertilizers is essential. The objective of the present work was to test increasing doses of controlled-release fertilizer, with a nutrient release time of 4 months, for the production of Psidium cattleianum seedlings, grown in tubes. The study was carried out in the nursery of forest seedlings belonging to the Faculdade de Ciências Agrárias do Vale do Ribeira - Unesp. The experiment followed a completely randomized design with five doses of Basacote® 16-08-12 fertilizer (0; 2.5; 5.0; 7.5 and 10 g L-1), containing four replications of 15 plants each, totaling 300 plants. At 120 days, the following parameters were evaluated: height of the shoot, stem diameter, chlorophyll index, aerial, root and total dry mass, and the ratios of height/stem diameter, height/aerial dry mass, dry mass were calculated. aerial/root dry mass and Dickson Quality Index. Afterwards, the data were submitted to analysis of variance using the F test (P<0.05) and regression analysis using the Sisvar statistical software. For height, stem diameter, aerial, root and total dry mass, height/aerial dry matter ratio, aerial dry mass/root dry mass ratio and Dickson Quality Index, the results showed greater increments and increasing linear behavior as a function of the increase doses of controlled release fertilizer. However, the chlorophyll content variable and the collar height/diameter ratio did not show a significant effect (P<0.05). It was concluded that dosages of 10.0 g L-1 of fertilizer produce seedlings of Psidium cattleianum in a shorter production time (120 days), where the plants showed greater increments in shoot height, stem diameter, dry mass and Dickson Quality Index. In terms of quality standard, the plants showed better conditions in terms of height/air dry mass (H/MSPA) and aerial dry mass/radicular dry mass (MSPA/MSR) in the dosage 7.5 g L-1 of the fertilizer. Therefore, the appropriate dosage can vary between 7.5 and 10.0 g L-1, depending on the nurseryman's priorities.

Descrição

Palavras-chave

Viveiro florestal, Espécie não pioneira, Espécies arbóreas da Floresta Atlântica, Forest nursery, Non-pioneer species, Tree species from the Atlantic Forest

Como citar