Pesquisa de Plasmodium sp em Callithrix jacchus no Nodeste brasileiro

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-05-08

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A malária é a protozoose de maior impacto no mundo e distribui-se por extensas regiões tropicais e subtropicais, sobretudo nas nações em desenvolvimento e subdesenvolvidas. O Brasil é o país que concentra o maior número de casos no continente americano. Os primatas da família Cebidae são considerados como hospedeiros ou reservatórios de parasitos com potencial risco biológico, dentre eles se encontra o sagüi de tufo branco (Callithrix jacchus). Estes se extendem por vasta área do territorio nacional e podem conviver em áreas urbanas, falicitando a transmissão de patógenos. São animais usados como modelos experimentais para o Plasmodium, apresentando diagnostico e sinais clínicos semelhantes aos humanos. Foram analisadas 125 amostras de C. jacchus oriundos do nordeste brasileiro, com a técnica de nested PCR para Plasmodium vivax e P. falciparum, obtendo-se somente resultados negativos. A pesquisa por plasmódios humanos em primatas se faz necessário devido possibilidade de atuarem como reservatório/sentinelas e pela ausência de literatura abrangente sobre o assunto. Caracteriza-se, também, como uma ferramenta importante para controle e vigilância epidemiológica, impactando nos planos de redução de morbimortalidade e de eliminação da doença no país. A não positividade para Plasmodium em sagüis do tufo branco reflete a situação epidemiológica da população humana, em que se observam casos isolados, porém ainda são necessários estudos para e identificação ou não desses animais como fontes de infecção, visto que tem potencial para serem reservatórios.
Malaria is the protozoan with the greatest impact in the world and is distributed over extensive tropical and subtropical regions, especially in developing and underdeveloped nations. Brazil is the country with the highest number of cases on the American continent. Primates of the Cebidae family are considered hosts or reservoirs of parasites with potential biological risk, among them is the white-tufted marmoset (Callithrix jacchus). These extend over a vast area of the national territory and can coexist in urban areas, facilitating the transmission of pathogens. They are animals used as experimental models for Plasmodium, presenting diagnoses and clinical signs similar to humans. 125 Exceptions were observed for C. jacchus originating in northeastern Brazil, using the nested PCR technique for Plasmodium vivax and P. falciparum, with only negative results. The search for human plasmodia in primates is necessary due to the possibility of acting as reservoir/sentinels and the lack of comprehensive literature on the subject. It is also characterized as an important tool for epidemiological control and surveillance, impacting plans to reduce morbidity and mortality and to eliminate the disease in the country. The non-positivity for Plasmodium in white-tufted marmosets reflects the epidemiological situation of the human population, in which isolated cases are observed, but studies are still needed to identify or not these animals as sources of infection, since they have the potential to be reservoirs.

Descrição

Palavras-chave

Malária, Plasmodium, Callithrix jacchus, Nested PCR, One health

Como citar