Avaliação do sistema locomotor de equinos atletas de laço em dupla: comparação entre os que laçam a cabeça e os que laçam os membros pélvicos

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2021-08-19

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Objetivou-se identificar, por meio do exame físico e do exame ultrassonográfico, os tipos de lesões encontrados em equinos de laço em dupla e se há diferença entre os animais que laçam a cabeça do bezerro e os que laçam o pé do bezerro e avaliar, por meio da termografia, se há diferença nas estruturas mais utilizadas do sistema locomotor, durante o exercício, entre os equinos que laçam a cabeça do bezerro e os equinos que laçam o pé do bezerro. Foram realizados exames físico geral e específico para o sistema locomotor em 14 animais pertencentes à modalidade: sete equinos que laçavam a cabeça do bezerro e sete que laçavam os pés. Foi também avaliada a região distal dos membros em busca de lesões com o uso do ultrassom. Avaliou-se com o uso de termografia os equinos em 3 momentos distintos: em repouso (M0), imediatamente após uma simulação de prova de laço em dupla estilo match point (M1) e 30 minutos após o fim dessa simulação (M2). O Teste de Esforço não foi suficiente para induzir alterações termográficas, nem entre momentos, nem entre grupos. As lesões encontradas nos cavalos atletas de laço em dupla sem claudicação estão presentes, mas em uma quantidade reduzida, e diferem entre os equinos que laçam cabeça e os equinos que laçam o pé do bezerro. Os cavalos de cabeça são mais acometidos no membro torácico direito e os cavalos de pé em membros pélvicos.
We aimed to identify, with physical and ultrasound examination, the types of lesions found in team roping horses and whether there is a difference between head an heel roping horses and evaluate, through thermography, if there is a difference in the structures of the locomotor system, used during exercise, between head and heel roping horses. Physical examination for the locomotor system were performed in 14 team roping horses: seven head and seven heel roping horses. The distal region of the limbs was also evaluated for injuries using ultrasound. The horses were evaluated using thermography at 3 different times: at rest (M0), immediately after a match point simulation (M1) and 30 minutes after the end of this simulation (M2). The Exercise Test was not enough to induce thermographic changes, neither between moments nor between groups. Injuries in sound team roping athlete horses were found and differ between head and heel horses. Head horses are most affected in the right thoracic limb and standing horses in the pelvic limbs.

Descrição

Palavras-chave

Claudicação em equinos, Ultrassonografia veterinária, Termografia médica, Esportes equestres, lameness in horses, veterinary ultrasound, medical thermography, equestrian sports

Como citar