Efeitos do enriquecimento com fósforo e nitrogênio na estrutura da comunidade zooplanctônica em uma lagoa: um estudo experimental

Imagem de Miniatura

Data

2017-02-20

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Ambientes eutrofizados são resultantes de um aumento da concentração de nutrientes, que eleva a produtividade do ecossistema aquático, ao nível de eutrofia e/ou hipertrofia. O objetivo foi observar mudanças na composição e densidade da comunidade zooplanctônica em resposta ao enriquecimento com nitrogênio e fósforo, sendo esperada a diminuição da diversidade e mudanças na abundância relativa de algumas espécies residentes. O experimento consistiu na instalação de 6 mesocosmos, 3 para o tratamento controle e 3 para o tratamento com enriquecimento, na região litorânea da lagoa. O período experimental foi de 35 dias: 3 dias para a instalação dos mesocosmos, 12 dias de enriquecimento e 20 dias sem enriquecimento para avaliação da resiliência da comunidade. Foram realizadas medidas de variáveis físicas (condutividade elétrica, pH, radiação subaquática), químicas (nitrito, nitrato, nitrogênio amoniacal, fósforo e nitrogênio total, ortofosfato, oxigênio dissolvido) e biológicas (concentração de clorofila a e amostras quantitativas e qualitativas da comunidade zooplanctônica) nos mesocosmos. Foram encontrados 88 táxons (51 de Rotifera, 21 de Cladocera e 16 de Copepoda). Houve maior riqueza e diversidade de Rotifera nos dois tratamentos, sendo que, nos mesocosmos enriquecidos, obtivemos maiores médias de riqueza. Em relação à densidade, os três grupos diferiram entre os tratamentos. Para Rotifera, ocorreu predomínio dos componentes do gênero Polyarthra e da espécie Gastropus stylifer; para Cladocera, predomínio das espécies Chydorus pubescens e Alonella daday foi constatado e em relação a Copepoda, as formas jovens (náuplios e copepoditos) foram mais abundantes. A ANOVA demonstrou que riqueza e diversidade diferiram entre os tratamentos. O modelo linear misto mostrou que houve diferença significativa na diversidade de Rotifera e Copepoda Calanoida entre os tratamentos e, na diversidade dos grupos entre os tratamentos. Em conclusão, ocorreram mudanças na composição da comunidade zooplanctônica frente ao aumento da concentração de nutrientes e, foi constatada resiliência da comunidade no período de pós-enriquecimento.
Eutrophic environments result from increased nutrient concentration, which increases the productivity of the aquatic ecosystem, at the level of eutrophy and / or hypertrophy. The objective was to observe changes in the composition of the zooplankton community in response to enrichment with nitrogen and phosphorus, being expected the decrease of diversity and changes in the relative abundance of some resident species. The experiment consisted in the installation of 6 mesocosmos, 3 for the control treatment and 3 for the treatment with enrichment, in the coastal region of the lagoon. The experimental period was 35 days, 3 days for the installation of mesocosms, 12 days of enrichment and 20 days without enrichment to evaluate community resilience. Measurements of physical variables (electrical conductivity, pH, underwater radiation), chemical (nitrite, nitrate, ammoniacal nitrogen, phosphorus and total nitrogen, orthophosphate, dissolved oxygen) and biological variables (concentration of chlorophyll a and quantitative and qualitative samples of the zooplankton community), in the mesocosmos. 88 taxa were found (51 Rotifera, 21 Cladocera and 16 Copepoda). There was greater richness and diversity of Rotifera in the two treatments and, in the enriched mesocosms, we obtained higher averages of wealth. Regarding density, the three groups differed between treatments. For Rotifera, there was a predominance of the components of the genus Polyarthra and the species Gastropus stylifer; For Cladocera, the species Chydorus pubescens and Alonella daday was found and Copepoda, the young forms (nauplii and copepodites) were more abundant. ANOVA showed that richness and diversity differed between treatments. The mixed linear model showed that there was a significant difference in Rotifera and Copepoda Calanoida diversity among treatments and in the diversity of groups between treatments. Therefore, there were changes in the composition of the zooplankton community in the face of increased nutrient concentration, and there was community resilience in the post-enrichment period.

Descrição

Palavras-chave

Zooplâncton, Eutrofização, Mesocosmos, Lagoa, Macrófitas, Resiliência

Como citar