Velocidade de colonização de ‘Candidatus Liberibacter asiaticus’ em laranjeira Valência, limoeiro Siciliano e limeira Ácida Tahiti

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2021-08-09

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Huanglongbing (HLB) é uma doença altamente destrutiva dos citros e está associada à infecção por ‘Candidatus Liberibacter asiaticus’ (Las), bactéria Gram-negativa, limitada ao floema e transmitida naturalmente no campo por psilídeos. O objetivo desta pesquisa foi avaliar a velocidade de movimentação de Las em plantas de laranjeira ‘Valência’, limeira ácida ‘Tahiti’ e limoeiro ‘Siciliano’, enxertados no citrumeleiro ‘Swingle’. Para o estudo foram inoculadas 50 plantas de cada variedade, que apresentavam 60 cm de altura no momento da inoculação. A inoculação foi feita no caule, a 10 cm acima da linha de junção da copa e porta-enxerto, por meio de enxertia de segmento de ramo oriundo de plantas infectadas. A presença/ausência da bactéria foi determinada em anéis de casca do caule coletados 5, 10 e 15 cm acima e abaixo do ponto de inoculação, além de brotos e raízes fibrosas, e a detecção de Las foi feita com base na amplificação de DNA da bactéria por PCR quantitativo a partir de DNA genômico extraído e purificado das amostras coletadas. As coletas foram feitas aos 21, 28, 35, 42 e 49 dias após a data de inoculação. A pesquisa foi dividida em dois experimentos durante duas épocas do ano, 1) verão (janeiro a março) e 2) primavera (setembro a novembro). A porcentagem de plantas infectadas por Las foi maior em laranjeira ‘Valência’ e menor no limoeiro ‘Siciliano’. A velocidade de movimentação ascendente e descendente de Las em ‘Valência’ no experimento 1 foi de 0,67 e 1,56 cm dia-1 e no experimento 2 de 0,84 e 1,11 cm dia-1. Na lima ácida ‘Tahiti’, a velocidade de movimentação foi 0,31 e 0,54 cm dia-1 para o experimento 1 e 0,32 e 0,62 cm dia-1 no segundo experimento. No limão ‘Siciliano’, a velocidade de movimentação no experimento 1 foi 0,47 e 0,74 cm dia-1 e no experimento 2, 0,36 e 0,49 cm dia-1. A rápida colonização sistêmica de Las comprova porque tentativas de curar a planta, como a poda de ramos sintomáticos e termoterapia não funcionam. Os resultados aqui obtidos permitiram inferir que a poda e a termoterapia também não deverão funcionar para a lima Tahiti e nem para o limoeiro Siciliano.
Huanglongbing (HLB) is a highly destructive disease of citrus cultivars associated with 'Candidatus Liberibacter asiaticus' (Las), Gram-negative bacteria, limited to phloem and transmitted in the field by psyllids. We aimed to evaluate the speed of movement of Las in plants of 'Valencia' sweet orange, 'Tahiti' acid lime tree, and 'Sicilian' lemon tree, grafted on the citrumelo 'Swingle'. For the study, 50 plants of each variety, 60 cm tall, were inoculated. Inoculation was performed on the stem, 10 cm above the junction line between the crown and the rootstock, by grafting a branch segment from infected plants. The detection of the bacterium was determined in stem bark rings, which were collected at 5, 10, and 15 cm above and below the inoculum, as well as fibrous buds and roots. The collections were made at 21, 28, 35, 42, and 49 days after the inoculation date. Las detection was made based on the amplification of the bacterium's DNA by quantitative PCR from plant genomic DNA. The research was performed in two experiments: 1) summer (January to March) and 2) spring (September to November). The percentage of plants infected by Las was higher in the 'Valencia' orange tree and lower in the 'Sicilian' lemon tree. The ascending and descending velocities of Las in ’Valencia’ in the experiment 1 was 0.67 and 1.56 cm day-1 and in the experiment 2 was 0.84 and 1.11 cm day-1. In ‘Tahiti’ acid lime the speed of movement was 0.31 and 0.54 cm day-1 in the experiment 1 and 0.32 and 0.62 cm day-1 in the experiment 2. In ‘Sicilian’ lemon tree, the speed of movement in the experiment 1 was 0.47 and 0.74 cm day-1 and in the experiment 2 was 0.36 and 0.49 cm day-1. The rapid movement of Las proves why attempts of curing plants, such as pruning symptomatic branches do not work. The results obtained here allowed us to infer that pruning and thermotherapy should not work for ‘Tahiti’ acid lime or for ‘Sicilian’ lemon either.

Descrição

Palavras-chave

Citrus spp., Floema, Translocação

Como citar