Desigualdades de gênero e diferenças geracionais: o que podem dizer sobre uma sala de EJA?

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2022-01-17

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Este trabalho tem como foco de estudo a Educação de Jovens e Adultos como um espaço de negação e conquista de um direito. O objetivo do estudo consistiu em analisar os motivos da evasão escolar de alunos de uma sala de EJA II do município de Rio Claro com foco na desigualdade de gênero no que tange a evasão ou impossibilidade de frequentar a escola. Os dados analisados foram coletados no contexto da pesquisa desenvolvida por Silva (2019) com a participação ativa do autor deste trabalho. As coletas foram realizadas através de oficinas temáticas e grupo focal, se caracterizando como uma Pesquisa-ação. Neste trabalho foi realizado leitura exploratória desses dados tendo como objeto de estudo tópicos não contemplados por Silva (2019) em seu trabalho. Dessa forma trata-se de uma pesquisa qualitativa, que se utilizou de Análise de Conteúdo como método de análise. Na pesquisa foi possível constatar que no ambiente escolar muitas falas e reproduções de violência de gênero são reproduzida pelos estudantes, atitudes essas que ficam quase exclusivamente concentradas em atos e falas masculinas dentro da sala, sobretudo, a gravidez representou um tema de constante discussão, surgindo relatos de evasão escolar relacionadas a esse acontecimento durante a trajetória educativa das mulheres. Sobretudo ficou evidente a reprodução de preconceitos sutis que se encontram cristalizados na sociedade principalmente relacionados a culpabilização da mulher assim como algumas trajetórias escolares marcadas pela gravidez e/ou interrompidas por questões relacionadas a desigualdades de gênero.
This work focuses on the study of Youth and Adult Education as a space for the denial and conquest of a right. The objective of the study was to study the reasons for school dropout of students from an EJA II classroom in the municipality of Rio Claro with a focus on gender inequality, it does not concern dropout or impossibility of attending school. The author's data were selected in the context of the research developed (29) with the activation of the author of the work. The collections were carried out through thematic workshops and focus groups, characterized as an action research. In this work, data was carried out having as object of study studies (2 explorations not covered by Silva019) in his work. Thus, it is a qualitative research, which uses the content analysis method as analysis. In the possible realization that there are no large-scale surveys of the school environment and reproductions of violence that are reproduced for students, who become almost exclusively models in male acts and speeches within the room, pregnancy represents a topic of constant discussion, with reports emerging of school dropout related to this event during the educational trajectory of women. About the reproduction of subtle prejudices that are marked in society, mainly related to the blaming of women, mainly as well as all school trajectories for pregnancy and/or interruptions due to issues related to gender inequality, was evident.

Descrição

Palavras-chave

Desigualdade, Evasão escolar, Gênero, Pesquisa-ação, Inequality, School dropout, Genre, Action research

Como citar