A escrita do passado entre monges e leigos (Portugal - séculos XIV e XV)

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2010-03-22

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A proposta deste trabalho é mapear o lugar e os valores da história para clérigos e leigos em Portugal nos séculos XIV e XV, quando a história passa a ser vista como um importante instrumento não só de legitimação do poder, mas também na formação dos próprios homens do reino. Serão cotejadas as Crónicas Breves, produzidas no mosteiro de Santa Cruz de Coimbra no século XIV, e aquelas escritas pelos cronistas oficiais Fernão Lopes, Gomes Eanes de Zurara e Rui de Pina no âmbito do Arquivo régio no século XV. Com o objetivo de examinar se houve uma mudança de perspectiva no modo de se conceber a história entre os cronistas monásticos e os cronistas leigos, propomo-nos analisar até que ponto se pode falar em permanência e/ou ruptura entre os valores religiosos e laicos na conservação do passado. Em especial, procuraremos mostrar como os cronistas monásticos e régios pensaram a história em uma oposição Bem/Mal e a estruturaram a partir do jogo entre momentos de paz e de guerra. É através da discussão acerca da necessidade da guerra e da importância da paz que será possível compreender o modo como os cronistas concebiam a existência social dos grandes nobres e o papel que atribuíram a esses homens na missão de tornar Portugal o representante por excelência do Bem na Terra
The purpose of this study is to map the place and values of the story the clergy and the laity in Portugal in the 14th and 15th centuries, when the history comes to be seen as an important tool not only for the legitimization of power, but also in the forming of the men of the kingdom. Will be collated the Crónicas Breves, produced in the monastery of Santa Cruz de Coimbra in the 14th century, and those written by the official chroniclers Fernão Lopes, Gomes Eanes de Zurara and Rui de Pina in the File regal in the 15th century. With the objective of to examine if there was a change of perspective in the way of conceiving the history of the monastic chroniclers and lay chroniclers, we will consider the extent to which there can be continuously and / or split between the religious and the secular conservation of the past. In particular, we aim to show how the royal and monastic chroniclers thought the story in an opposition Evil / Good and structured from the game between moments of peace and war. It is through discussion about the need for war and the importance of peace that you can understand how the chroniclers conceived of the social existence of the great nobles and the role attributed to these men in the mission to make Portugal's representative par excellence of the Good Earth

Descrição

Palavras-chave

Cronicas portuguesas, Portugal - História, Idade Media - Historia, Registros eclesiasticos, Mosteiros medievais, Santa Cruz de Coimbra, Corte, Cronistas, Court, Chroniclers

Como citar

TEODORO, Leandro Alves. A escrita do passado entre monges e leigos (Portugal - séculos XIV e XV). 2010. 116 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de História, Direito e Serviço Social, 2010.