Influência da velocidade da corrente e de variáveis limnológicas no desenvolvimento do Limnoperna fortunei

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2018-02-26

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Objetivou-se avaliar a influência das variáveis limnológicas e da velocidade da corrente no desenvolvimento de Limnoperna fortunei e no recrutamento de novos indivíduos em áreas com tanques-rede, no Reservatório Canoas II, no Rio Paranapanema. Mensalmente de agosto/2016 a janeiro/2017 em campo foram realizadas medições de: transparência, oxigênio dissolvido potencial hidrogeniônico, condutividade elétrica e sólidos totais dissolvidos. Além destes, a água foi coletada e armazenada em frascos para serem analisadas em laboratório: nitrogênio total, nitrito, nitrato, amônia, fósforo total, ortofosfato, cálcio, alcalinidade, dureza e clorofila a. Medições de velocidade da corrente da água foram obtidas utilizando um fluxômetro e um ADCP. As amostras de larvas de L. fortunei foram obtidas utilizando bomba de sucção e rede de plâncton de 40 μm. Foram confeccionados substratos de madeira em cruz para contagem e medição do tamanho de larvas fixados. As variáveis limnológicas foram investigadas por meio da Análise de Componentes Principais (ACP). A comparação entre o comprimento dos indivíduos nas duas áreas avaliadas e a medição da velocidade de corrente com o ADCP foi realizada por meio de Box Whisker Plot. Os resultados de velocidade de corrente da água com o fluxômetro e a da relação entre densidade de larvas na coluna d’água e número de indivíduos fixados foi feita com o auxílio de gráficos. As variáveis limnológicas podem ter influenciado no desenvolvimento do L. fortunei, principalmente em TR2. Não ficou comprovado que a velocidade da água é um fator que promove a diferença no recrutamento de novos indivíduos de L. fortunei.
The objective of this study was to evaluate the influence of limnological variables and current velocity on the development of Limnoperna fortunei and the recruitment of new individuals in areas with network tanks in the Canoas II Reservoir on the Paranapanema River. Monthly from August / 2016 to January / 2017 in the field measurements were made of: transparency, dissolved oxygen potential hydrogen, electrical conductivity and total dissolved solids. In addition, water was collected and stored in bottles to be analyzed in laboratory: total nitrogen, nitrite, nitrate, ammonia, total phosphorus, orthophosphate, calcium, alkalinity, hardness and chlorophyll a. Water current velocity measurements were obtained using a flow meter and an ADCP. Samples of larvae of L. fortunei were obtained using a suction pump and 40 μm plankton net. Crosswood substrates were made for counting and measuring the size of fixed larvae. Limnological variables were investigated through Principal Component Analysis (PCA). The comparison between the length of the individuals in the two areas evaluated and the current velocity measurement with the ADCP was done by means of Box Whisker Plot. The results of current velocity of the water with the flowmeter and of the relation between larval density in the water column and number of fixed individuals was done with the aid of graphs. Limnological variables may have influenced the development of L. fortunei, especially in TR2. It has not been proven that water velocity is a factor that promotes the difference in the recruitment of new L. fortunei individuals.

Descrição

Palavras-chave

Mexilhão-dourado, Parâmetros limnológicos, Fluxo da corrente, Limnological parameters, Current flow

Como citar