Efeito do cloridrato de dorzolamida a 2%, maleato de timol a 0,5% e associação de ambos na pressão intra-ocular: estudo experimental em cães

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2004

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Dentre as doenças oculares diagnosticadas no cão, o glaucoma reveste-se de singular importância, como afecção potencial causadora de cegueira. O aumento da pressão intra-ocular (PIO) é o fator de risco primário para o desenvolvimento da neuropatia óptica glaucomatosa canina. A dorzolamida e o timolol, fármacos utilizados para o tratamento do glaucoma, reduzem a PIO pela diminuição da produção do humor aquoso, embora utilizem diferentes mecanismos de ação. O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito do cloridrato de dorzolamida 2%, maleato de timolol 0,5% e da combinação de ambos na pressão intra-ocular de cães normais e verificar possíveis alterações na PIO do olho contra-lateral sem tratamento. Foram utilizados 60 cães, distribuídos em três grupos (G) aleatórios de 20 animais. Cada grupo recebeu tratamento tópico no olho esquerdo com timolol 0,5% (GT), dorzolamida 2% (GD) ou a combinação, timolol 0,5% e dorzolamida 2% (GTD). Em todos os grupos, a mensuração da PIO foi realizada utilizando-se tonômetro de aplanação (Tonopen). As medidas foram realizadas, em ambos os olhos, uma hora antes e uma, duas, quatro, seis e oito horas após a instilação de uma gota do colírio no olho esquerdo. No olho tratado percentual de redução máxima da associação timolol/dorzolamida foi numericamente superior (27%) comparado ao timolol (21,9%) e dorzolamida (22,4%) quando utilizados como monoterapia. O olho não tratado apresentou uma redução significativa da PIO, sendo que a redução máxima para o GT foi de 7%, para o GD de 13,8% e para o GTD de 13,6%. A dorzolamida e a associação timolol/dorzolamida promoveram uma ação redutora maior, após uma e seis horas da sua instilação no olho tratado. A administração tópica do timolol 0,5%, dorzolamida a 2% como monoterapia e a associação fixa destes fármacos resultou na redução significativa da PIO de cães clinicamente normais.
Glaucoma is one of the most important ocular diseases in the dog. Increased intraocular pressure (IOP) is the major risk factor for the development of glaucoma. Dorzolamide and timolol are drugs used for the treatment of glaucoma. Both drugs modify aqueous humor outflow by different mechanisms, resulting in decreased IOP. The aim of this work was to evaluate the efficacy of dorzolamide hydrochloride, timolol maleate and the combination of both drugs on IOP of healthy dogs. Sixty adult dogs were randomly and equally assigned to three groups (n = 20 per group). Each group received topical treatment in the left eye with 0,5% timolol, 2% dorzolamide or the combination (0,5% timolol / 2% dorzolamide). IOP measurements were made using aplanation tonometry (Tono-pen) after local instillation of 0,5% proparacaine in he both eyes. Measurements were performed 1 hour before (baseline) instillation of a single drop of the test drugs in the left eye, and at 1, 2, 4, 6 and 8 hours after treatment. Similar measurements were also performed in the right eye (nontreated eye). In the nontreated eye, IOP decreased over time, with a maximum decrease from baseline of 7%, 13,8% and 13,6% in the timolol, dorzolamide e timolol/dorzolamide groups, respectively. In the treated eye, there was a greater reduction in IOP for the combination (27% maximum decrease from baseline) when compared with timolol (21,9%) and dorzolamide (22,4%) groups. Dorzolamide and timolol/dorzolamide caused greater decreases in IOP at 1 and 6 hours after drug instillation. It was concluded that 0,5% timolol, 2% dorzolamide and the combination of these drugs are effective in reducing IOP in healthy dogs.

Descrição

Palavras-chave

Oftalmologia veterinaria, Cão - glaucoma, Dog - intraocular pressure

Como citar

BORGES, Alessandra Gonçalves. Efeito do cloridrato de dorzolamida a 2%, maleato de timol a 0,5% e associação de ambos na pressão intra-ocular: estudo experimental em cães. 2004. 67 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia de Botucatu, 2004.