Criação de um banco de itens para avaliar o conhecimento do câncer de cabeça e pescoço

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2014-02-11

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Introduction- Cancer is responsible for over 12% of all causes of death in the world, killing more than 7 million people a year. Early detection and early diagnose cancer implies in basic knowledge on the subject. The questionnaire is a good tool for measuring knowledge, and can be validated by the Item Response Theory - IRT. The aim of this study was to build a tool to assess the knowledge of head and in different level of ability. Methodology: At the beginning 32 items were designed to assess knowledge of head and neck cancer. Before being applied to 3rd High School Students (n=994) these items were joint to 24 others items over the same construct and the same population(n=1012). The previous items had being calibrated by IRT, by parameters of one-dimensional logistic model, getting a scale (0,1) by information function of the item. Over the incorporation process three items were eliminated, coming 53 items for the same population. Further, still in the same study 68 new items, over the same construct and applied to undergraduates of the last years of the Dental School (n-95) and to dental Surgeon (n-284) with a total of 379 respondents. The 68 items were also designed and calibrated in the same scale (o,1), now with a total of 2385 respondents. Results: After the analysis, 60 of the 68 items were kept and added to the previous 53 items and they comprise a questionnaire with 113 items on head and neck cancer calibrated by IRT. This study also presents the methodological sequence of the incorporation process of items in the same scale of ability. Conclusion: Although a construct cannot be totally exploited, the elaboration of this tool to assess the knowledge of head and neck cancer was the result of through analysis. We believe that this bank of items will be eventually useful, as same items might be used to design several different questionnaires allowing different...
Introdução- O câncer é responsável por mais de 12% de todas as causas de óbito no mundo, chegando a matar mais de 7 milhões de pessoas por ano. Suspeitar e diagnosticar precocemente o câncer implica em conhecimento relativamente básico sobre o assunto. O questionário é um bom instrumento para medição do conhecimento, e pode ser validado pela Teoria da Resposta ao Item - TRI. O objetivo deste trabalho foi a criação de um instrumento para avaliar o conhecimento sobre o câncer de cabeça e pescoço em diferentes níveis de habilidade. Metodologia: Neste trabalho, inicialmente, foram criados 32 itens para avaliar o conhecimento sobre o câncer de cabeça e pescoço, os quais, antes de serem aplicados a escolares do 3º. Ano do Ensino Médio (n=994), foram incorporados a 24 outros itens, sobre o mesmo construto e população alvo semelhante (n= 1012). Esses itens haviam sido calibrados pela TRI, pelo modelo logístico unidimensional de 3 parâmetros, gerando uma escala (0,1), pela função de informação do item. Durante o processo de incorporação, três itens foram eliminados, restando 53 itens, para esta população. Posteriormente, ainda neste trabalho, 68 novos itens foram criados, sob o mesmo construto, e aplicados aos graduandos dos últimos anos do Curso de Odontologia (n=95) e a cirurgiões dentistas (n=284), totalizando 379 respondentes. Esses 68 itens também foram calibrados naquela mesma escala (0,1), com 2385 respondentes. Resultados: Após a análise, 60, daqueles 68 itens foram mantidos, que somados aos 53 itens iniciais, formaram um questionário com 113 itens sobre câncer de cabeça e pescoço calibrados pela TRI. Também está apresentada a sequência metodológica do processo de incorporação dos itens em uma mesma escala de habilidade. Conclusão: Ainda que um construto não possa ser explorado em sua plenitude semântica, a elaboração...

Descrição

Palavras-chave

Neoplasias de cabeça e pescoço, Neoplasias bucais, Questionarios, Teoria do conhecimento, Adolescentes, Dentistas, Teoria da Resposta ao Item, Head and Neck Neoplasms

Como citar

BORGHI, Wanilda Maria Meira Costa. Criação de um banco de itens para avaliar o conhecimento do câncer de cabeça e pescoço. 2014. 111 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Odontologia de Araçatuba, 2014.