Estabilidade aeróbica de silagens de capim-elefante (Pennisetum purpureum, Schum) emurchecido e tratado com inoculante microbiano

Resumo

Para avaliar o efeito de um inoculante microbiano sobre a estabilidade aeróbica de silagens de capim-elefante (Pennisetum purpureum, Schum) pré-seco, foi conduzido um experimento na UNESP, Campus de Jaboticabal. O capim foi cortado com 96 dias de crescimento, permanecendo sob ação do sol, por aproximadamente 5 horas para o emurchecimento. Foram confeccionados silagens, em barricas plásticas de 200 L de capacidade, que receberam (CI) ou não (SI) o inoculante no momento da ensilagem. Para o estudo da deterioração aeróbica, na abertura dos silos (T0), cada barrica foi subdividida em três profundidades e as silagens expostas ao ar em um sistema, usado para a determinação de CO2, por 2 (T2), 4 (T4), 6 (T6) e 8 (T8) dias. A silagem da camada superficial não apresentou diferenças no valor de pH e contagem de leveduras, em relação à da camada intermediária, porém ambas apresentaram valores superiores à camada mais profunda. O teor de N-NH3 da camada superior foi menor que o da intermediária e profunda, que não diferiram entre si. A interação significativa entre inóculo e tempo de exposição mostrou que nos primeiros tempos de aeração (T0; T2 e T4) as silagens inoculadas não diferiram das controle em termos de pH, teor de N-NH3 e contagem de bolores, mas com avanço do tempo (T6 e T8) passaram a apresentar menor valor de pH, menor contagem de fungos e tendência a menor produção de CO2, indicando menor velocidade de deterioração após seis dias de exposição aeróbica.
An experiment was carried out at UNESP, Jaboticabal Campus to evaluate the effect of a microbial inoculant on aerobic stability of wilted grass silage (Pennisetum purpureum, Schum). The grass was cut with 96 days of growing, remaining under sun action 5 hours to wilt. Silages were made in plastic silos, 0.2m³ capacity, that received (CI) or not (SI) inoculant at the ensilage time. For the study of aerobic deterioration, each silo was subdivided in three levels and the silages were exposed in a system, used to evaluate CO2 production, for 2 (T2), 4(T4), 6(T6) and 8(T8) days. Surface silage had higher pH value, lower NH3-N content, and higher yeast count than middle and bottom silages. The significant interaction between inoculation and aeration stage, shown that at earlier stages (T0, T2 and T4) there was no difference between treated and control silages in pH, N-NH3 and mold count, but at later stages (T6 and T8), inoculated stages had lower pH value, mold count and tended to a lower CO2 production, showing a lower deterioration speed after 6 days of aerobic exposure.

Descrição

Palavras-chave

aerobic stability, elephantgrass, inoculation, Silage, Capim-elefante, estabilidade aeróbica, Inoculação, Silagem

Como citar

Revista Brasileira de Zootecnia. Sociedade Brasileira de Zootecnia, v. 31, n. 6, p. 2176-2185, 2002.