Estresse hídrico induzido por soluções de peg e de nacl na germinação de sementes de nabiça e fedegoso

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2014-05-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Univ Federal Uberlandia

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

The plants are subject to the conditions of multiple stresses, such as water and salt stress, which limit their development and their chances of survival. Aware of the factors that control seed germination can generate support for management strategies of weed species. The objective of this study was to evaluate the possible effects of water stress caused by PEG and NaCl solutions on germination of wild Raphanus raphanistrum and Senna obtusifolia seeds. The seeding was done with four repetitions of 50 seeds on moistened paper with solutions of polyethylene glycol (PEG 6000) and NaCl at osmotic potentials of 0.0, -0.2, -0.4 and -0.8 MPa. The germination test was conducted at 25 degrees C in the presence of light, evaluating the first test score to seven days after sowing, and weekly, germination (normal seedlings) until 35 days; it was also calculated the index germination rate. The results allowed the conclusion that water stress by PEG causes a greater reduction in force, speed of germination and accumulated germination of seeds of Raphanus raphanistrum and Senna obtusifolia seeds. The Senna obtusifolia was more tolerant to water stress.

Resumo (português)

As plantas estão sujeitas às condições de múltiplos estresses, como por exemplo, o estresse hídrico e salino, que limitam o seu desenvolvimento e suas chances de sobrevivência. O conhecimento dos fatores que controlam a germinação das sementes pode gerar subsídios para estratégias de manejo de espécies de plantas daninhas. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar os possíveis efeitos dos estresses hídrico causados por soluções de PEG e NaCl na germinação de sementes de nabiça (Raphanus raphanistrum) e fedegoso (Senna obtusifolia). A semeadura foi realizada com quatro repetições de 50 sementes sobre papel umedecido com soluções de polietileno glicol (PEG 6000) e NaCl nos potenciais osmóticos de 0,0; -0,2; -0,4 e -0,8 MPa. O teste de germinação foi conduzido a 25°C na presença de luz, avaliando-se a primeira contagem do teste aos sete dias após a semeadura e, semanalmente, a germinação (plântulas normais) até os 35 dias; também foi calculado o índice de velocidade de germinação. A análise dos resultados permitiu a conclusão de que o estresse induzido por PEG hídrico acarreta maior redução no vigor, velocidade de germinação e germinação acumulada de sementes de nabiça e fedegoso. O fedegoso apresentou maior tolerância aos estresse hídrico.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Bioscience Journal. Uberlandia: Univ Federal Uberlandia, v. 30, n. 3, p. 687-696, 2014.

Itens relacionados

Financiadores