Efeito protetor do açaí (Euterpeoleracea Martius) na promoção da carcinogênese de cólon em ratos Wistar

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2013-02-21

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Açaí, fruto da Euterpe oleraceae Martius, é consumido in natura e em uma variedade de bebidas e alimentos. Esse fruto tem sido bastante consumido e produzido no Brazil, devido à alta popularidade como alimento funcional com capacidade antioxidante e antiinflamatória. Este trabalho investigou o efeito protetor potencial do consumo da polpa de açaí (PA) seca por pulverização na carcinogênese de cólon induzida pela 1,2-dimetilhidrazina (DMH) em ratos Wistar adultos (peso médio de 200g). Após 4 semanas de administração de DMH, os grupos passaram a receber dieta padrão, dieta contendo 2.5% ou 5.0% de PA e 0.2% de N-acetilcisteína (NAC) durante 10 semanas de tratamento para análise de focos de criptas aberrantes (FCA). Adicionalmente, dois grupos receberam dieta padrão e dieta contendo 5.0% de PA durante 20 semanas de tratamento para análise de tumores de cólon. No experimento de 14 semanas, foi observada redução significante no número de criptas aberrantes (CA) e em FCA (1-3 CA) nos grupos que receberam 5.0% de PA e 0.2% de NAC (37% e 47% de inibição, p = 0.036; 37% e 41% de inibição, p = 0.042), respectivamente, quando comparados ao grupo não tratado. No experimento de 24 semanas, foi observada redução no número de adenocarcinomas invasivos e multiplicidade de tumores no grupo que recebeu 5.0% de PA na dieta (p < 0.005 e p = 0.001, respectivamente) quando comparados ao grupo não tratado. Além disso, redução significante na proliferação celular de tumores marcados com Ki-67 e na taxa de crescimento tumoral foi observada no grupo que recebeu 5.0% de PA (p = 0.003 e p = 0.001). Portanto, os resultados desse trabalho indicam que uma dieta acrescida de 5.0% da polpa de açaí seca por pulverização pode reduzir o desenvolvimento de FCA e de tumores de colón induzidos em ratos, indicando seu uso como um potencial alimento funcional
Acai, fruit from Euterpe oleraceae Martius, is consumed in natura and in a variety of beverages and food preparations. This fruit has been widely consumed and produced in Brazil, due to the high popularity as a functional food with antioxidant and anti-inflammatory capacities. This study investigated the potential protective effect of spray-dried açai pulp (AP) intake on colon carcinogenesis induced by 1,2-dimethylhydrazine (DMH) in male adult Wistar rats (mean weight of 200g). After 4 weeks of DMH administration, groups were fed standard diet, diet containing AP at 2.5% or 5.0% or 0.2% N-acetylcysteine (NAC) during 10 weeks for analysis of aberrant crypt foci (ACF) as endpoint. Additionally, two groups were fed standard diet or diet containing AP at 5.0% during 20 weeks for analysis of colon tumor as endpoint. In 14-week ACF assay, a significant reduction in number of aberrant crypt (AC) and in ACF (1-3 AC) were observed in groups fed 5.0% AP and 0.2% NAC (37% and 47% inhibition, p = 0.036; 37% and 41% inhibition, p = 0.042), respectively, when compared to the untreated group. In 24-week tumor assay, a significant reduction in number of invasive adenocarcinomas and tumor multiplicity were observed in group fed 5.0% AP (p < 0.005 and p = 0.001, respectively) when compared to untreated group. Also, significant reduction in tumor Ki-67 cell proliferation and growth index was observed in group fed 5.0% AP (p = 0.003 and p = 0.001). Therefore, the findings of this study indicate that spray-dried açai pulp feeding at 5.0% may reduce the development of chemically-induced ACF and colon tumor in male rats, indicating their use as a potential functional food

Descrição

Palavras-chave

Açai - Uso terapêutico, Colon (Anatomia) - Cancer - Prevenção, Reto - Câncer Prevenção, Colon (Anatomy) - Cancer

Como citar

FRAGOSO, Mariana Franco. Efeito protetor do açaí (Euterpeoleracea Martius) na promoção da carcinogênese de cólon em ratos Wistar. 2013. 72 f. Dissertacao (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho, Faculdade de Medicina de Botucatu, 2013.